Posts Tagged ‘Unesco’

Governador em exercício Alberto Pinto Coelho abre, em Frutal, seminário sobre irrigação

dezembro 9, 2010

O Brasil vai experimentar uma forte pressão por aumento de produtividade agrícola, com destaque para a agricultura irrigada

O Governador em exercício Alberto Pinto Coelho, presidente da Assembléia Legislativa,  confirmou ao deputado federal Narcio Rodrigues que estará na cerimônia de assinatura do lançamento do NURII (Núcleo de Referência e Inovação em Irrigação e Recursos Hídricos). A solenidade  acontece em Frutal, nesta quinta-feira, dia 9, a partir das 19 horas, no anfiteatro da UEMG, na Cidade Universitária.

A solenidade faz parte da  programação do  seminário “O Estado da Arte da Agricultura Irrigada no Brasil – Desafios e Oportunidades”, promovido pelo UNESCO HidroEX – Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas, pela ANA – Agência Nacional de Águas – ANA e pela EMBRAPA –   Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária com apoio do Ministério da Integração Nacional – MI.

O evento vai abordar assuntos ligados à questão da gestão da água na agricultura discutindo, por exemplo, como promover a eficiência na agricultura irrigada, as formas de evitar os conflitos por demanda de água e os problemas de escassez cada vez maiores  no mundo.  O encontro vai discutir também a logística para a produção de alimentos através da irrigação, como a utilização da energia elétrica,  reservação de água, escoamento,  e outros.

“No Brasil, 70% dos recursos hídricos destinam-se à irrigação. O grande desafio portanto, é equilibrar de forma sustentável a crescente demanda por alimentos, e a preservação dos mananciais de água”, lembra o deputado Narcio, idealizador do Instituto HidroEX e um dos apoiadores do evento.  Na opinião dele, a presença do governador em exercício, o deputado Alberto Pinto Coelho, demonstra a importância deste evento, que vai receber técnicos, agricultores, profissionais do setor e especialistas do Brasil e do Mundo.  “ Para a região, especificamente, a presença de um centro de Excelência em Irrigação, como é o caso do NURII vai  ter um significado imenso, uma  vez que o Triângulo Mineiro é um dos maiores produtores de alimentos do mundo.  Muitas organizações internacionais já encaram o Cerrado Brasileiro  como celeiro do mundo, pela sua capacidade de produção”, lembra entusiasmado o deputado Narcio.

“ Estamos criando em Frutal um centro de excelência em águas, um projeto capitaneado pela instalação do Instituto HidroEX, que leva  a chancela da UNESCO. Já temos aqui a UEMG e agora vamos formalizar a presença da ANA e da  EMBRAPA, através do NURII. Também estarão se instalando aqui nos próximos anos instituições como a UFMG, a UFTM, o IFET, e até a Fundação Jacques Cousteau. Estamos lançando as bases de um centro de estudo, pesquisa e difusão de conhecimento em torno da água que terá repercussão internacional”,  informa o parlamentar.

Debates envolvem todo o processo de irrigação

O seminário “O Estado da Arte da Agricultura Irrigada no Brasil – Desafios e Oportunidades” vai se dividir em três mesas redondas que abordarão a situação da agricultura irrigada no Brasil, os desafios para seu desenvolvimento no país e as experiências internacionais. Também estão previstas a realização de oficinas temáticas, com os temas pesquisa, inovação e capacitação em agricultura irrigada. Dentro da programação também vai acontecer a terceira Reunião Ordinária do Fórum Agricultura Irrigada.

Fonte: Assessoria de Imprensa do deputado Narcio Rodrigues

Anúncios

Deputado Narcio Rodrigues propõe na Unesco rede de Centros Ambientais

julho 9, 2010

Ao falar, nessa quinta-feira, como “convidado especial” do encontro do Conselho do Programa Hidrológico Internacional (PHI) da Unesco, em Paris, o deputado Narcio Rodrigues, idealizador da criação do Instituto Hidroex, foi aplaudido ao propor a criação de uma rede mundial unindo os Centros de Educação para as Águas que as Nações Unidas estão implantando em 25 países do mundo. Depois de visitar alguns desses centros, na Escócia, em Portugal, na Holanda e no Japão, o parlamentar brasileiro disse ao plenário do PHI: “mais importante que espalhar centros por todos pontos do mundo, é fazer com que eles atuem em rede, de forma integrada, consolidando um amplo programa mundial de educação para as águas”.

Narcio Rodrigues , que já tinha participado do Fórum Mundial de Águas em Istambul, disse que, na questão ambiental, o mundo está precisando de menos discursos e diagnósticos, e mais ação e programas. “Na velocidade em que estamos apresentando soluções, seremos engolidos pelos fatos. A degradação do Planeta ocorre em velocidade muito maior do que o surgimento de soluções e isso deve servir de alerta”, avisou o deputado. Ele defendeu que a Unesco crie, no Brasil, um Observatório permanente do movimento das águas, chamado Observatório do Planeta Água, e disse que sua sede poderia ser próxima ao Centro de Arte Contemporânea Inhotim, em Brumadinho, na Grande BH. Ele sugeriu, inclusive, que o Inhotim seja sede, no início de 2011, de um encontro do Conselho do PHI e do Conselho Mundial de Águas.

Ao final do seu discurso, ele retomou a defesa da criação do Parlamento Mundial de Águas, “como forma de comprometer, não só os parlamentos e os parlamentares, mas os Orçamentos Públicos dos países das Nações Unidas com um grande programa mundial de educação ambiental com foco principal na recuperação, preservação e valorização dos recursos hídricos”. O encontro do PHI teve início no dia 5 e vai se encerrar nesse dia 9. No documento final, estarão contidas as propostas deixadas pelo deputado Narcio Rodrigues, que receberam o apoio de vários países, especialmente do Japão, da Holanda, de Portugal e dos países da África.

Leia também Deputado Narcio Rodrigues discute programa “Jovem Cousteau” em Paris

Fonte: Assessoria de imprensa do deputado Narcio Rodrigues

HidroEx recebe apoio do governo japonês

maio 28, 2010

Missão liderada pelo Deputado Narcio Rorigues se encontra com vice-ministro Kenyu Kohmura (ao centro). Brasil quer transferência da tecnologia japonesa de prevenção de enchentes

Depois de fechar acordo entre o HidroeX – Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas, e o ICHARM – o Centro Japonês para prevenção de desastres naturais envolvendo água, que também é categoria II da Unesco, a exemplo do HidroEX  – a missão brasileira ao Japão continuou a cumprir uma concorrida  agenda oficial que a levou a dois ministérios daquele país. Chefiados pelo deputado Narcio Rodrigues (PSDB/MG) os brasileiros foram recebidos pelo  vice-ministro de Infra-Estrutura, Transportes e Turismo,  Kenyu Kohmura. Neste encontro, os japoneses apresentaram  orgulhosos um dos maiores feitos da  engenharia japonesa, uma obra reconhecida no mundo  inteiro como um dos mais arrojados projetos nesta área. O objetivo deste mega projeto é proteger  a cidade de Tóquio de inundações e eventuais variações do Oceano Pacífico, além de Tsunamis. 

O ministro japonês  explicou que, durante décadas, Tokyo sofreu inundações catastróficas do rio Arakawa – que deságua no Pacífico, causando grandes tragédias. A saída foi a construção de um grande canal que levasse à mudança do curso natural do rio  com o aterramento de uma área de dezenas de quilômetros quadrados, muito acima do nível do rio e do mar. Esta área foi projetada, inclusive, para abrigar mais de 200 mil pessoas, de forma segura, com moradias improvisadas, em caso de catástrofes.

(more…)

HidroEX: Narcio Rodrigues assina acordo para prevenção de desastres naturais

maio 26, 2010

Narcio Rodrigues assina acordo de cooperação entre o HidroEX e o Icharm, ao lado do Kuniyoshi Takeuchi, diretor do ICHARM, e do vice-presidente do HidroEx, professor Ricardo Mota

Acordo de cooperação internacional assinado nesta terça-feira, dia 26, em Tsukuba no Japão, garante parceria do ICHARM (Centro Internacional de Gestão de Desastres e Riscos Ambientais relacionados à Água)  com o Instituto mineiro HidroEX , ambos da UNESCO, para transferência de tecnologia na prevenção de desastres naturais. Pelo acordo serão capacitados técnicos e desenvolvidos programas para a comunidade de países de língua portuguesa na área de prevenção de enchentes, inundações e deslizamentos, a serem aplicados pelo HidroEx – já em funcionamento em Frutal no Triângulo Mineiro, em parceria com o Instituto Japonês, que é especializado na área.

A missão brasileira ao Japão, liderada pelo deputado federal Narcio Rodrigues (PSDB/MG), é composta pelo professor Richard Meganck, presidente indicado para o HidroEX (e ex-reitor do UNESCO-IHE), pelo professor Ricardo Motta, vice-presidente executivo do Instituto Brasileiro e por Igor Tameirão, representante do HidroEx junto à UNESCO, Igor Tameirão.

  (more…)

HidroEX firma acordo de cooperação técnica com institutos da Unesco

fevereiro 5, 2010

Deputado Narcio Rodrigues, idealizador do HodroEx, durante assinatura de acordo de cooperação com institutos da Unesco - Foto Bruno Augusto

O Instituto HidroEX, um Centro de Educação para as Águas, projeto desenvolvido pelo Governo Aécio Neves com a chancela da UNESCO, acaba de dar mais um importante passo para solidificar sua rede de apoio internacional. Nessa quinta feira, dia 4, no Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte, foi assinado Acordo de Cooperação Técnica entre o HidroEX, por intermédio da Secretaria de Ciência e Tecnologia, com o Instituto IHE – De Educação em Águas, com sede em Delft na Holanda, e com o Centro Internacional de Ecohidrologia Costeira de Algarve, Portugal.

O acordo prevê a parceria e o intercâmbio de conhecimento na área de Ciências das Águas. O programa inclui o apoio para o desenvolvimento de programas de formação e capacitação de nível técnico e superior de profissionais relacionados à água com prioridade para estudantes do Brasil, Portugal, América Latina e países africanos de língua portuguesa. O Acordo de Cooperação também visa desenvolver a Ecohidrologia Costeira aplicada à gestão de recursos hídricos.

(more…)

Antonio Anastasia abre reunião da Unesco para discutir instalação da Hidroex

fevereiro 1, 2010

 

Antonio Anastasia abriu reunião de trabalho entre representantes do Governo de Minas e da Unesco - Foto Vice-Governadoria / Divulgação

O vice-governador professor Antonio Anastasia abriu, nesta segunda-feira, dia 1º, a reunião de trabalho entre representantes do Governo Aécio Neves e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), com a participação do reitor da Unesco/Instituto de Educação para as Águas (IHE), András Szöllösi-Nagy. O objetivo do encontro é a oficialização da Fundação Hidroex, que funcionará em Frutal, no Triângulo Mineiro, na classificação de Centro de Categoria II da Unesco. Este é o segundo centro dessa categoria no Brasil, sendo que o primeiro está localizado no Paraná e é voltado para a aplicação da informática na hidrologia.

O instituto mineiro será um centro de estudos e referência para conservação do patrimônio hidrológico da América Latina e das nações africanas de língua portuguesa, que terão atendimento prioritário. É o primeiro nesses moldes da América, por ter ênfase no processo de qualificação e capacitação de profissionais. Numa segunda etapa, o projeto prevê a transferência de conhecimento para outros países da Savana africana.

(more…)

Governo Aécio Neves inaugura nesta terça–feira obras em Frutal e Araxá

fevereiro 1, 2010

Aécio Neves e Antonio Anastasia inauguram primeira etapa da construção do novo Campus da UEMG, em Frutal - Foto Divulgação/UEMG

O governador Aécio Neves entrega nesta terça-feira, dia 2, obras em Frutal, no Triângulo Mineiro, e em Araxá, no Alto Paranaíba. Em Frutal, Aécio Neves, acompanhado do vice-governador Antonio Anastasia e dos deputados Narcio Rodrigues e Zé Maia, inaugura o Aeroporto Risoleta Neves e participa também da inauguração da primeira etapa da obra de construção da nova sede do campus da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) e da Usina de Álcool Cerradão. No município de Araxá, o governador inaugura obras de infraestrutura viária com recursos de R$ 7 milhões viabilizados pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). 

 Aeroporto Risoleta Neves

As obras do aeroporto de Frutal receberam investimentos de R$ 3,7 milhões para a terraplanagem, drenagem, ampliação e reforço da pista de pouso e decolagem que passou a contar com uma extensão de 1.320 metros por 30 metros de largura. Também foi construída pista de estacionamento para aeronaves.

 O projeto do novo aeroporto contemplou ainda a implantação de sistema de sinalização horizontal diurna e balizamento noturno, o que permitirá atender a demanda da aviação aérea regional e comercial, com vôos regulares de aeronaves de passageiros, com capacidade de 30 lugares.

(more…)

Minas Gerais consolida pólo de recursos hídricos

dezembro 16, 2009

Maria Cecília Marchi, Luiz Alberto Rodrigues, Narcio Rodrigues e Pedro Arraes Pereira durante a assinatura do acordo

O Governo Aécio Neves, através da Secretaria de  Estado de Ciência Tecnologia e Ensino  Superior,  acaba de garantir mais um avanço considerável na questão da preservação de seus recursos hídricos ao assinar nessa terça feira, dia 15, em Brasília, um acordo de Cooperação Técnica com a Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a Agência Nacional de Águas – Ana –  e o HidroEX  – Centro Internacional de Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas. Este acordo tem como objetivo  implantar,  em Frutal ,  um Núcleo de Referência e Inovação em Irrigação e Recursos Hídricos – NURII.

O Núcleo vai funcionar, num primeiro momento, nas dependências do Instituto HidroEX , atuando como braço de pesquisa, e capacitação do Instituto, no campo da Agricultura Irrigada. Uma unidade do Núcleo deverá ser implantada, mais tarde, às margens do Rio Grande. Com a implantação do NURII,   Minas Gerais consolida o primeiro pólo de educação e capacitação em  recursos hídricos do país. Este pólo começou em Frutal com o projeto do Instituto HidroEX e a instalação de uma unidade da UEMG – Universidade do Estado de Minas Gerais.  Com estas ações, Governo Aécio Neves  se antecipa aos desafios impostos pelas mudanças climáticas , entre eles, a escassez de água no planeta.

(more…)

Governador Aécio Neves e diretora-geral da Unesco oficializam Fundação Hidroex

dezembro 2, 2009

O governador Aécio Neves cumprimenta Irina Bokova, diretora da Unesco. Ao fundo, o deputado federal Narcio Rodrigues, um dos idealizadores do Hidroex - Foto Wellington Pedro/Imprensa MG

O governador Aécio Neves e a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Irina Bokova, oficializaram nesta quarta-feira, dia 2, no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, a criação da Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Hidroex). Com a chancela da Unesco, a Fundação Hidroex, que está sendo implantada em Frutal, no Triângulo Mineiro, realizará estudos e trabalhos sobre a água e a preservação do meio ambiente, com atuação nos países de língua portuguesa e África. Este é o segundo centro de estudos na América Latina a receber a chancela na Unesco.

“Estamos com a responsabilidade, a partir de agora, de assumir a gestão dos recursos hídricos mineiros e nacionais a partir desse centro, com a chancela da Unesco, com os mais renomados pesquisadores do mundo vindo para Minas, tendo o Estado como o celeiro para a formação de novos profissionais, que pelo Brasil, pela América Latina e por países da África, vão tratar com planejamento e com responsabilidade o desafio das águas, que talvez seja aquele que mais assusta a humanidade”, afirmou o governador, em entrevista.

A fundação está sendo implantada a partir de parceria entre o Governo Aécio Neves, Unesco e governo federal, com investimentos da ordem de R$ 55 milhões. Ela capacitará profissionais e gestores do meio ambiente do Brasil, América Latina e África com foco na área de recursos hídricos. A previsão é de capacitar pelo menos 600 profissionais por ano.

O modelo pedagógico da Fundação Hidroex é baseado no Instituto de Educação para as Águas (Unesco – IHE), de Delft, na Holanda – único centro do mundo de categoria I, que recebe recursos financeiros da instituição das Nações Unidas. O IHE, referência mundial em educação ambiental e preservação de riqueza hídrica, está ajudando na formatação e implantação do modelo pedagógico e no desenho institucional do Hidroex.

Leia também Transcrição da entrevista do governador Aécio Neves após evento de criação da Fundação Hidroex

(more…)

Instituto HidroEX, projeto do Governo Aécio Neves, é aprovado pela UNESCO

novembro 3, 2009
verfoto

Foto do anúncio oficial do HidroeEX pela UNESCO

Em sua Assembléia Geral,  que acontece de dois em dois anos, a UNESCO aprovou a chancela de Categoria II para o Instituto HidroEX, um projeto do Governo Aécio Neves tido pela instituição como modelo para o mundo. O anúncio oficial foi feito nesta semana pelo  diretor-adjunto geral da Instituição, o brasileiro Marcio Barbosa

A UNESCO anunciou  oficialmente ao Governo Aécio Neves que o  Instituto  HidroEX passa a fazer  parte de sua  rede internacional de Centros de Categoria II.  A  confirmação da  chancela pela UNESCO aconteceu nesta quinta-feira, dia 29, na sede da entidade em Paris, em solenidade presidida pelo  diretor geral adjunto da entidade,  o brasileiro Marcio Barbosa. Participaram da solenidade o deputado federal Narcio Rodrigues, idealizador do projeto, e, em nome do Governo Aécio Neves, o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Alberto Portugal, o sub-secretário de Meio Ambiente, Ilmar Bastos e o diretor técnico da Emater-MG, José Ricardo Roseno, além do professor Mario Fernando Valeriano, que é o diretor do novo Instituto. Outra participação especial no evento foi da sra. Francine Cousteau, presidente da Fundação Cousteau e viúva do famoso oceanógrafo e pesquisador Jacques Cousteau, e também o presidente da Green Cross Brasil, Celso Claro de Oliveira, que acompanha o projeto desde os seus primeiros passos. Com o evento em Paris, o HidroEX, que  fica no município de  Frutal,  Triângulo Mineiro, passa a fazer parte de uma seleta parceria internacional, que envolve outros Institutos similares,  em países dos cinco continentes.

Leia matéria completa  Agora é Oficial – INSTITUTO HIDROEX É DA UNESCO