Posts Tagged ‘Serra’

Programa Serra Presidente – 26/10 (tarde)

outubro 26, 2010

Confira depoimentos de apoio a José Serra 45

outubro 25, 2010

Programa Serra Presidente 25/10 (tarde)

outubro 25, 2010

Anastasia reafirma compromisso de Serra com a duplicação da BR-381

outubro 22, 2010

Anastasia em Ipatinga: mais de 500 pessoas, entre aposentados, metalúrgicos e parlamentares, ouviram do governador as propostas de governo de José Serra - Foto Marcus Desimoni / Nitro

O governador Antonio Anastasia reafirmou, nesta sexta-feira, dia 22, em Ipatinga, no Vale do Aço, o compromisso assumido pelo candidato a presidente José Serra de duplicar as pistas da BR-381, no trecho de 300 km entre Belo Horizonte e Governador Valadares, no Rio Doce. Conhecida por “rodovia da morte”, a BR-381 registra em média oito mil acidentes todos os anos, matando cerca de 500 pessoas. Durante encontro com lideranças políticas do Vale do Aço, Antonio Anastasia afirmou que falta sensibilidade e capacidade administrativa ao governo federal, que tem adiado por anos a duplicação da rodovia, cujas obras foram promessa das campanhas dos candidatos a presidente desde 2002, mas não foram executadas pela União. As obras chegaram a ser anunciadas em 2007, mas, três anos depois, ainda não foram sequer iniciadas.

“A BR-381 é a principal obra federal a ser feita em Minas. Isso tem sido dito a exaustão. Precisamos ter em primeiro lugar a vontade política, segundo, o recurso financeiro, e o terceiro é a capacidade de executar a obra. O que está faltando é o terceiro elemento. Lamentavelmente é isto que estamos insistindo para que o governo federal olhe. Por isso, José Serra é muito melhor gestor”, afirmou o governador reeleito no primeiro turno das eleições com 6, 3 milhões de votos dos mineiros.

(more…)

Debate Rede TV! Confira melhores momentos

outubro 18, 2010

Confira os melhores momentos do candidato José Serra no debate na Rede TV!, realizado na noite deste domingo, dia 17.

José Serra participa de debate da Rede TV!

outubro 15, 2010

No próximo domingo, dia 17, às 21h10, José Serra (PSDB) participa em São Paulo do debate RedeTV!/ Folha. A mediação será do jornalista Kennedy Alencar, apresentador do programa “É Notícia”, da RedeTV!, e repórter especial da Folha de S. Paulo.

O debate, o sétimo promovido pela RedeTV! em 2010 – no primeiro turno, a emissora realizou debates com os presidenciáveis e com candidatos ao governo de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará e Pernambuco -, ocorrerá no dia em que Marina Silva (PV) vai anunciar se dará apoio formal a um dos candidatos no segundo turno.

O confronto terá cinco blocos e será transmitido ao vivo para todo Brasil pela Rede TV!, pelo portal RedeTV! e pelo UOL. No primeiro bloco, Kennedy Alencar formulará uma pergunta dirigida aos dois presidenciáveis. Nos dois blocos seguintes, os candidatos se questionam. No quarto bloco, as jornalistas Patrícia Zorzan (RedeTV!) e Renata Lo Prete (Folha de S. Paulo) farão perguntas a Dilma e Serra. O último bloco será reservado às considerações finais.

Aliados de Serra promovem, em BH, “Minas é Serra pelo Brasil – Arrancada para a Vitória”

outubro 8, 2010

Será realizado na quinta-feira, dia 14, em Belo Horizonte, o encontro “Minas é Serra pelo Brasil – Arrancada para a Vitória”. O evento vai reunir, no auditório da Associação Médica de Minas Gerais (Rua João Pinheiro, 161), a partir das 15 horas, o candidato José Serra com prefeitos, parlamentares e lideranças políticas mineiras. Este será o primeiro evento de campanha que Serra vai participar em Minas após a eleição do primeiro turno.

SERVIÇO:

Evento: “Minas é Serra pelo Brasil – Arrancada para a Vitória”

Data: 14/10/10 – quinta-feira

Horário: 15 horas

Local: Auditório da Associação Médica de Minas Gerais – Rua João Pinheiro, 161 – Belo Horizonte

Serra Presidente – Propaganda Eleitoral Gratuita – 08/10/10 – Tarde

outubro 8, 2010

“Quanto mais mentiras eles disserem sobre nós, mais verdades diremos sobre eles”

outubro 7, 2010

Foto Marcos Brandão/ObritoNews

Restabelecer valores como coragem, ética e honestidade. Criar um governo de união e de políticas para todos os brasileiros. Reagir aos boatos: “Dizem que sou contra os concursos.  Mas, como governador, promovi concursos para preencher 110 mil vagas na administração de SP”.

Responder às provocações: “Quanto mais mentiras eles disserem sobre a gente, mas verdades contaremos sobre eles.” E uma homenagem à senadora Marina Silva: “É uma pessoa íntegra, que teve um papel muito importante nesta campanha ao aproximar muitas pessoas, principalmente os jovens da política.”

Foram esses os pontos principais do discurso em que o candidato do PSDB/DEM/PPS/PTB à Presidência, José Serra, ao abrir, nesta quarta-feira, dia 6, num hotel, em Brasília, a campanha do segundo turno.

Participaram da cerimônia os governadores tucanos eleitos de Minas, Antônio Anastasia; do Tocantins, Siqueira Campos; de São Paulo, Geraldo Alckmin;  do Paraná, Beto Richa; e de Santa Catarina, Raimundo Colombo (DEM). Também, estavam presentes os senadores eleitos de Minas, Aécio Neves (PSDB) e Itamar Franco (PPS), de Santa Catarina, Luiz Henrique (PMDB).

Em seu discurso, Serra lembrou que o Brasil atual começou a nascer 25 anos atrás, com as lutas pela  sua redemocratização e com a eleição de Tancredo Neves para a Presidência, em 1985.

O candidato destacou que o SUS foi implantado quando Itamar Franco era o presidente. Foi também durante a administração do agora senador eleito por Minas, que Fernando Henrique foi nomeado para o Ministério da Fazenda. “O Plano Real – destacou – foi obra de Itamar e Fernando Henrique. Foi Itamar também que colocou o Brasil nos trilhos.

Ironizando o comportamento do presidente Lula durante a atual campanha, Serra recordou que, em 2002, Fernando Henrique se comportou como chefe de Estado nas eleições daquele ano. Serra também respondeu a Lula, que sempre criticou o acordo do Brasil com o FMI em 2002: “Esse empréstimo foi para garantir a estabilidade do governo que viria a seguir”.

“Não vou tratar a oposição como inimiga. Na oposição ao governo Lula, o PSDB foi uma oposição ‘soft’. Não vou governar para uma facção. Vou governar para todos os brasileiros. Ninguém vai ser exterminado. Nada mais neoliberal do que a política econômica do atual governo.”

Serra também ironizou as críticas do PT às privatizações: “Apesar de criticarem muito, mantiveram as privatizações que fizemos. Quero lembrar que fui do tempo em que quem tinha telefone era obrigado a declarar ao Imposto de Renda. Hoje, existem no país 200 milhões de telefones”.

O candidato também ironizou os desmentidos de Dilma Rousseff sobre o aborto:  “Não vou dizer que sou a favor pois sou contra. Só tenho uma cara.” E lembrou que, agora, o PT discute como tirar essa questão do seu programa.

“Vale a pena respeitar as pessoas e suas instituições. Vale a pena ser decente, ser honesto. É o que fica”, encerrou Serra conclamando a todos para sair do encontro com o desejo de lutar pela democracia brasileira.

Fonte: Agência Tucana

Serra vai levar metrô a todo o País e fortalecer transportes sobre trilhos

outubro 5, 2010

Foto ObritoNews

Bandeira defendida durante o primeiro turno da campanha eleitoral, o transporte público entrará nos trilhos com a vitória do candidato à Presidência, José Serra, no próximo dia 31 de outubro. Eleito presidente, o tucano pretende aumentar os investimentos em infraestrutura e expandir o metrô em vários centros urbanos.

O plano do candidato é construir 400 quilômetros de linhas em capitais como Salvador, Belo Horizonte, Recife, Goiânia, Fortaleza, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba etc. “Eu vou organizar processos de investimentos com os Estados, os municípios, as instituições internacionais para termos 400 quilômetros de metrô a mais no Brasil”, anunciou na semana passada o tucano.

Ex-prefeito e ex-governador de São Paulo, Serra já conhece a receita para tirar obras do papel e levá-las à realidade da população. O plano de expansão do metrô estadual é considerado o maior da história dos transportes metropolitanos no Brasil. Nos últimos três anos, o governo de São Paulo já entregou 31 novos trens, e serão entregues 107 até o início do próximo ano.

Na verdade, o metrô de São Paulo é considerado um dos melhores do País e tem como pontos fortes a manutenção, segurança e pontualidade. Numa simples comparação, durante trinta anos, o metrô do Rio de Janeiro construiu somente duas linhas. No estado paulista, nove linhas já foram terminadas nas últimas três décadas.

Serra tem certeza de que o transporte público pode muito mais. Nesse sentido, ele anunciou ainda a implantação do bilhete único, em parceria com as prefeituras, pois ele acredita que o governo federal atual “tirou o time de campo” em matéria de transporte sobre trilhos.

Preocupado só com propostas eleitoreiras, o Palácio do Planalto usa a construção do Trem de Alta Velocidade (TAV), chamado de trem-bala, que vai ligar Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, para tentar levantar votos para a candidatura oficial. Com os R$ 35 bilhões previstos para a obra, Serra levaria metrô para cidades onde o transporte sobre trilhos é precário, atendendo um número maior de usuários.

Fonte: Agência Tucana