Posts Tagged ‘Hidroex’

Projeto “Cidade das Águas” será mostrado na África do Sul pelo secretário Narcio Rodrigues

março 18, 2011

A convite do Conselho Mundial de Águas, o Governo Antonio Anastasia, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) participa, na África do Sul, nesta sexta-feira, dia 18, e sábado, 19, de reunião preparatória para o 6º Fórum Mundial de Águas, previsto para março de 2012, na França. O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, vai apresentar o projeto Cidade das Águas e a Fundação Unesco-Hidroex.

O projeto mineiro, que tem a parceria do governo federal e a chancela da Unesco, será detalhado na Cidade do Cabo para os organizadores do Fórum Mundial das Águas, que são integrantes da própria Unesco e do Conselho Mundial de Águas. Também haverá exposição de Narcio Rodrigues para aproximadamente 60 ministros de ciência, tecnologia e recursos hídricos de países tropicais.

Compromisso

“Cidade das Águas” e a Fundação Hidroex têm a chancela da Unesco e estão sendo implantados em Frutal, Triângulo Mineiro. Além de recursos do Governo de Minas e da União, o projeto integra as universidades federais de Minas Gerais (UFMG), do Triângulo Mineiro (UFTM), Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Agência Nacional de Águas (ANA), Fundação Jacques Cousteau e a Green Cross International. Hidroex e Cidade das Águas têm a capacitação de profissionais como seu principal foco para mudar a realidade dos recursos hídricos.

De acordo com o secretário Narcio Rodrigues, a sua presença na África do Sul será mais uma oportunidade de o Estado mostrar ao mundo o seu compromisso de trabalhar efetivamente pela boa gestão das águas em Minas, no Brasil, na América Latina e nos países que integram a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). “Estamos sendo protagonistas nesse momento em que se discutem intensamente as mudanças climáticas. Educação para as águas é essencialmente educação ambiental”, concluiu o secretário ao alertar para a necessidade urgente de ações práticas em torno da preservação ambiental.

Fonte: Agência Minas

Anúncios

Governador em exercício Alberto Pinto Coelho abre, em Frutal, seminário sobre irrigação

dezembro 9, 2010

O Brasil vai experimentar uma forte pressão por aumento de produtividade agrícola, com destaque para a agricultura irrigada

O Governador em exercício Alberto Pinto Coelho, presidente da Assembléia Legislativa,  confirmou ao deputado federal Narcio Rodrigues que estará na cerimônia de assinatura do lançamento do NURII (Núcleo de Referência e Inovação em Irrigação e Recursos Hídricos). A solenidade  acontece em Frutal, nesta quinta-feira, dia 9, a partir das 19 horas, no anfiteatro da UEMG, na Cidade Universitária.

A solenidade faz parte da  programação do  seminário “O Estado da Arte da Agricultura Irrigada no Brasil – Desafios e Oportunidades”, promovido pelo UNESCO HidroEX – Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas, pela ANA – Agência Nacional de Águas – ANA e pela EMBRAPA –   Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária com apoio do Ministério da Integração Nacional – MI.

O evento vai abordar assuntos ligados à questão da gestão da água na agricultura discutindo, por exemplo, como promover a eficiência na agricultura irrigada, as formas de evitar os conflitos por demanda de água e os problemas de escassez cada vez maiores  no mundo.  O encontro vai discutir também a logística para a produção de alimentos através da irrigação, como a utilização da energia elétrica,  reservação de água, escoamento,  e outros.

“No Brasil, 70% dos recursos hídricos destinam-se à irrigação. O grande desafio portanto, é equilibrar de forma sustentável a crescente demanda por alimentos, e a preservação dos mananciais de água”, lembra o deputado Narcio, idealizador do Instituto HidroEX e um dos apoiadores do evento.  Na opinião dele, a presença do governador em exercício, o deputado Alberto Pinto Coelho, demonstra a importância deste evento, que vai receber técnicos, agricultores, profissionais do setor e especialistas do Brasil e do Mundo.  “ Para a região, especificamente, a presença de um centro de Excelência em Irrigação, como é o caso do NURII vai  ter um significado imenso, uma  vez que o Triângulo Mineiro é um dos maiores produtores de alimentos do mundo.  Muitas organizações internacionais já encaram o Cerrado Brasileiro  como celeiro do mundo, pela sua capacidade de produção”, lembra entusiasmado o deputado Narcio.

“ Estamos criando em Frutal um centro de excelência em águas, um projeto capitaneado pela instalação do Instituto HidroEX, que leva  a chancela da UNESCO. Já temos aqui a UEMG e agora vamos formalizar a presença da ANA e da  EMBRAPA, através do NURII. Também estarão se instalando aqui nos próximos anos instituições como a UFMG, a UFTM, o IFET, e até a Fundação Jacques Cousteau. Estamos lançando as bases de um centro de estudo, pesquisa e difusão de conhecimento em torno da água que terá repercussão internacional”,  informa o parlamentar.

Debates envolvem todo o processo de irrigação

O seminário “O Estado da Arte da Agricultura Irrigada no Brasil – Desafios e Oportunidades” vai se dividir em três mesas redondas que abordarão a situação da agricultura irrigada no Brasil, os desafios para seu desenvolvimento no país e as experiências internacionais. Também estão previstas a realização de oficinas temáticas, com os temas pesquisa, inovação e capacitação em agricultura irrigada. Dentro da programação também vai acontecer a terceira Reunião Ordinária do Fórum Agricultura Irrigada.

Fonte: Assessoria de Imprensa do deputado Narcio Rodrigues

Deputado Narcio Rodrigues propõe na Unesco rede de Centros Ambientais

julho 9, 2010

Ao falar, nessa quinta-feira, como “convidado especial” do encontro do Conselho do Programa Hidrológico Internacional (PHI) da Unesco, em Paris, o deputado Narcio Rodrigues, idealizador da criação do Instituto Hidroex, foi aplaudido ao propor a criação de uma rede mundial unindo os Centros de Educação para as Águas que as Nações Unidas estão implantando em 25 países do mundo. Depois de visitar alguns desses centros, na Escócia, em Portugal, na Holanda e no Japão, o parlamentar brasileiro disse ao plenário do PHI: “mais importante que espalhar centros por todos pontos do mundo, é fazer com que eles atuem em rede, de forma integrada, consolidando um amplo programa mundial de educação para as águas”.

Narcio Rodrigues , que já tinha participado do Fórum Mundial de Águas em Istambul, disse que, na questão ambiental, o mundo está precisando de menos discursos e diagnósticos, e mais ação e programas. “Na velocidade em que estamos apresentando soluções, seremos engolidos pelos fatos. A degradação do Planeta ocorre em velocidade muito maior do que o surgimento de soluções e isso deve servir de alerta”, avisou o deputado. Ele defendeu que a Unesco crie, no Brasil, um Observatório permanente do movimento das águas, chamado Observatório do Planeta Água, e disse que sua sede poderia ser próxima ao Centro de Arte Contemporânea Inhotim, em Brumadinho, na Grande BH. Ele sugeriu, inclusive, que o Inhotim seja sede, no início de 2011, de um encontro do Conselho do PHI e do Conselho Mundial de Águas.

Ao final do seu discurso, ele retomou a defesa da criação do Parlamento Mundial de Águas, “como forma de comprometer, não só os parlamentos e os parlamentares, mas os Orçamentos Públicos dos países das Nações Unidas com um grande programa mundial de educação ambiental com foco principal na recuperação, preservação e valorização dos recursos hídricos”. O encontro do PHI teve início no dia 5 e vai se encerrar nesse dia 9. No documento final, estarão contidas as propostas deixadas pelo deputado Narcio Rodrigues, que receberam o apoio de vários países, especialmente do Japão, da Holanda, de Portugal e dos países da África.

Leia também Deputado Narcio Rodrigues discute programa “Jovem Cousteau” em Paris

Fonte: Assessoria de imprensa do deputado Narcio Rodrigues

Governo Anastasia firma convênio com Fundação Cousteau

junho 17, 2010

Da esq. p/ a direita: dep. Narcio Rodrigues, gov.Antonio Anastasia, Francine Cousteau e o representante da Fundação Cousteau para AL, Celso Claro

O governador Antonio Anastasia assinou, nesta quinta-feira, dia 17, no Palácio Tiradentes, protocolo com a Fundação Jacques Cousteau estabelecendo cooperação técnico-científica para o desenvolvimento e execução de programas e projetos voltados para a pesquisa, conservação e educação ambiental, com prioridade para os temas ligados aos recursos hídricos em Minas Gerais.  “Somos um estado com grande riqueza nos recursos hídricos e, por isso, a importância dessa parceria com uma fundação tão renomada”, destacou o governador em seu pronunciamento.

A presidente da Fundação, Francine Cousteau, viúva do comandante Jacques Cousteau, destacou que não poderia haver melhor momento para firmar a parceria com Minas Gerais e celebrar a memória de Cousteau, já que neste ano de 2010 se comemora seu centenário. Francine veio ao Brasil a convite do deputado federal Narcio Rodrigues, também presidente do PSDB/MG.

A agenda teve início em Brasília, nesta quarta-feira, dia 16, onde foi assinada a autorização de liberação de recursos, pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, no valor de R$ 22,6 milhões destinados à implantação do Centro UNESCO-Cousteau de Ecotecnia.  Outro projeto que foi assinado com o ministro Sérgio Rezende, é o do  Espaço Cousteau para as Águas. Tanto o Centro de Ecotecnia como o Espaço Cousteau para as águas funcionarão  integrados, e ao lado do Instituto HidroEx, em Frutal, no Triângulo Mineiro. Os dois projetos citados acima são frutos de parceria entre a  UFTM – Universidade Federal do Triângulo Mineiro – a Fundação Cousteau e o Instituto HidroEX.   Ainda em Brasília, Francine Cousteau também recebeu  a medalha do  Mérito Legislativa, concedida pela Câmara dos Deputados.

Leia matéria completa Governo firma parceria para estudos sobre recursos hídricos

HidroEx recebe apoio do governo japonês

maio 28, 2010

Missão liderada pelo Deputado Narcio Rorigues se encontra com vice-ministro Kenyu Kohmura (ao centro). Brasil quer transferência da tecnologia japonesa de prevenção de enchentes

Depois de fechar acordo entre o HidroeX – Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas, e o ICHARM – o Centro Japonês para prevenção de desastres naturais envolvendo água, que também é categoria II da Unesco, a exemplo do HidroEX  – a missão brasileira ao Japão continuou a cumprir uma concorrida  agenda oficial que a levou a dois ministérios daquele país. Chefiados pelo deputado Narcio Rodrigues (PSDB/MG) os brasileiros foram recebidos pelo  vice-ministro de Infra-Estrutura, Transportes e Turismo,  Kenyu Kohmura. Neste encontro, os japoneses apresentaram  orgulhosos um dos maiores feitos da  engenharia japonesa, uma obra reconhecida no mundo  inteiro como um dos mais arrojados projetos nesta área. O objetivo deste mega projeto é proteger  a cidade de Tóquio de inundações e eventuais variações do Oceano Pacífico, além de Tsunamis. 

O ministro japonês  explicou que, durante décadas, Tokyo sofreu inundações catastróficas do rio Arakawa – que deságua no Pacífico, causando grandes tragédias. A saída foi a construção de um grande canal que levasse à mudança do curso natural do rio  com o aterramento de uma área de dezenas de quilômetros quadrados, muito acima do nível do rio e do mar. Esta área foi projetada, inclusive, para abrigar mais de 200 mil pessoas, de forma segura, com moradias improvisadas, em caso de catástrofes.

(more…)

HidroEX: Narcio Rodrigues assina acordo para prevenção de desastres naturais

maio 26, 2010

Narcio Rodrigues assina acordo de cooperação entre o HidroEX e o Icharm, ao lado do Kuniyoshi Takeuchi, diretor do ICHARM, e do vice-presidente do HidroEx, professor Ricardo Mota

Acordo de cooperação internacional assinado nesta terça-feira, dia 26, em Tsukuba no Japão, garante parceria do ICHARM (Centro Internacional de Gestão de Desastres e Riscos Ambientais relacionados à Água)  com o Instituto mineiro HidroEX , ambos da UNESCO, para transferência de tecnologia na prevenção de desastres naturais. Pelo acordo serão capacitados técnicos e desenvolvidos programas para a comunidade de países de língua portuguesa na área de prevenção de enchentes, inundações e deslizamentos, a serem aplicados pelo HidroEx – já em funcionamento em Frutal no Triângulo Mineiro, em parceria com o Instituto Japonês, que é especializado na área.

A missão brasileira ao Japão, liderada pelo deputado federal Narcio Rodrigues (PSDB/MG), é composta pelo professor Richard Meganck, presidente indicado para o HidroEX (e ex-reitor do UNESCO-IHE), pelo professor Ricardo Motta, vice-presidente executivo do Instituto Brasileiro e por Igor Tameirão, representante do HidroEx junto à UNESCO, Igor Tameirão.

  (more…)

HidroEX vai a Lisboa apresentar projeto para Comunidade de Países de Língua Portuguesa

maio 21, 2010

Domingos Simões, Secretário Executivo da CPLP , e o deputado Narcio Rodrigues

Depois de três dias de intensa atividade em Lisboa, reunida com técnicos,  embaixadores e parlamentares portugueses, a delegação brasileira representando a Fundação HidroEX – Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas fechou um acordo com o ICCE  – Centro Internacional de Ecohidrologia Costeira -, de Algarve (Portugal). 

O  acordo tem como alvo os países da CPLP – Comunidade de Países de Língua Portuguesa – a fim de  contribuir para a difusão da educação para as águas e conceber e implementar programas de recuperação, preservação e valorização dos recursos hídricos nos oito países que integram essa entidade: Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Timor Leste, Cabo Verde, Guiné Bissal e São Tomé e Príncipe.

O primeiro encontro  da delegação  brasileira – comandada pelo deputado federal Narcio Rodrigues –   foi com o embaixador brasileiro Pedro Motta Pinto Coelho,  que acaba de assumir a chefia da Missão do Brasil  junto à CPLP, em Lisboa.  Na oportunidade o deputado Narcio Rodrigues falou sobre o HidroEX, seu planejamento estratégico voltado para os países de língua portuguesa e a disposição de, em parceria com o ICCE, ajudar a implementar um  amplo programa de educação para as águas. O embaixador afirmou que o tema “água” é hoje prioritário,   e assumiu o compromisso de  levar a proposta do HidroEX  e do ICCE  à próxima reunião da CPLP que  acontece de 15 a 18 de julho,  em Angola. “Temos que nos lembrar que alguns países africanos, como a República Democrática do Congo, Moçambique e Angola têm um repertório hídrico muito parecido com o Brasileiro, com fartura de AGU, mas com um grande número de excluídos no  abastecimento e saneamento básico”, enfatizou o embaixador, que  se mostrou muito entusiasmado com a parceria luso – brasileira para lidar com este tema.  Entusiasmado, Pedro Mota se ofereceu, inclusive, para fazer a interlocução necessária e diplomática entre o Brasil e os demais “países- irmãos”.

Depois dessa reunião, a equipe do HidroEX seguiu para a CPLP, onde foi recebida pelo Secretário Executivo da entidade  Domingos Simões, de Guiné Bissau. Acompanhando a delegação brasileira estava Luiz Chicharo, diretor do ICCE .

(more…)

HidroEX firma acordo de cooperação técnica com institutos da Unesco

fevereiro 5, 2010

Deputado Narcio Rodrigues, idealizador do HodroEx, durante assinatura de acordo de cooperação com institutos da Unesco - Foto Bruno Augusto

O Instituto HidroEX, um Centro de Educação para as Águas, projeto desenvolvido pelo Governo Aécio Neves com a chancela da UNESCO, acaba de dar mais um importante passo para solidificar sua rede de apoio internacional. Nessa quinta feira, dia 4, no Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte, foi assinado Acordo de Cooperação Técnica entre o HidroEX, por intermédio da Secretaria de Ciência e Tecnologia, com o Instituto IHE – De Educação em Águas, com sede em Delft na Holanda, e com o Centro Internacional de Ecohidrologia Costeira de Algarve, Portugal.

O acordo prevê a parceria e o intercâmbio de conhecimento na área de Ciências das Águas. O programa inclui o apoio para o desenvolvimento de programas de formação e capacitação de nível técnico e superior de profissionais relacionados à água com prioridade para estudantes do Brasil, Portugal, América Latina e países africanos de língua portuguesa. O Acordo de Cooperação também visa desenvolver a Ecohidrologia Costeira aplicada à gestão de recursos hídricos.

(more…)

Aécio inaugura aeroporto e campus da Uemg em Frutal e autoriza início do Hidroex

fevereiro 3, 2010

Inauguração do Aeroporto Risoleta Neves, em Frutal. Foto Carlos Alberto/ Secom MG

O governador Aécio Neves inaugurou nesta terça-feira, dia 2, o Aeroporto Risoleta Neves e o campus da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) em Frutal, no Triângulo Mineiro, que receberam R$ 17,7 milhões do Governo de Minas e da União. Ainda na cidade, o governador autorizou o início das atividades do Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Instituto Hidroex), um dos 20 vintes centros do mundo chancelado pela Unesco como categoria II para ser referência para conservação do patrimônio hidrológico da América Latina e das nações africanas de língua portuguesa.

Aécio Neves afirmou que o Governo de Minas está investindo para fazer do Hidroex um centro de excelência em águas, criando, a partir de Frutal, uma rede de estudos e gestão dos recursos hídricos da América Latina e dos países de língua portuguesa.

“Teremos aqui um instrumento de excelência. Talvez, as pessoas não tenham hoje percepção clara do isso significa, mas no futuro, exatamente aqui em Frutal, no Pontal do Triângulo Mineiro, é para onde estarão vindo os principais pesquisadores e técnicos para ensinar as futuras gerações como fazer a gestão adequada desse insumo tão vital à vida, que é a água. Portanto, é um dia histórico para todos nós”, afirmou o governador, em entrevista.  O deputado federal Narcio Rodrigues (PSDB/MG), um dos idealizadores do Hidroex, estava acompanhando Aécio Neves em Frutal.

Leia matéria completa Governador entrega aeroporto e campus da UEMG em Frutal

Ouça entrevista do governador Aécio Neves em Frutal

Leia íntegra da entrevista de Aécio. Assuntos: Eleições 2010, pesquisa CNT/Sensus, Instituto Hidroex e investimentos em Frutal

Confira ainda Aécio e Anastasia oficializam HIDROEX com a presença e aval da UNESCO

Antonio Anastasia abre reunião da Unesco para discutir instalação da Hidroex

fevereiro 1, 2010

 

Antonio Anastasia abriu reunião de trabalho entre representantes do Governo de Minas e da Unesco - Foto Vice-Governadoria / Divulgação

O vice-governador professor Antonio Anastasia abriu, nesta segunda-feira, dia 1º, a reunião de trabalho entre representantes do Governo Aécio Neves e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), com a participação do reitor da Unesco/Instituto de Educação para as Águas (IHE), András Szöllösi-Nagy. O objetivo do encontro é a oficialização da Fundação Hidroex, que funcionará em Frutal, no Triângulo Mineiro, na classificação de Centro de Categoria II da Unesco. Este é o segundo centro dessa categoria no Brasil, sendo que o primeiro está localizado no Paraná e é voltado para a aplicação da informática na hidrologia.

O instituto mineiro será um centro de estudos e referência para conservação do patrimônio hidrológico da América Latina e das nações africanas de língua portuguesa, que terão atendimento prioritário. É o primeiro nesses moldes da América, por ter ênfase no processo de qualificação e capacitação de profissionais. Numa segunda etapa, o projeto prevê a transferência de conhecimento para outros países da Savana africana.

(more…)