Posts Tagged ‘Aécio’

Leia artigo do senador Aécio Neves na Folha de S.Paulo: A ética deverá guiar as mudanças

fevereiro 21, 2011

Confira artigo publicado na edição desta segunda-feira, dia 21, no jornal Folha de S.Paulo

A ÉTICA DEVERÁ GUIAR AS MUDANÇAS

AÉCIO NEVES

ESPECIAL PARA A FOLHA

A espetacular velocidade de transformações do mundo no último século torna qualquer projeção sobre o futuro tarefa quase inimaginável.

Do ponto de vista do Brasil, o salto foi formidável.

Passamos de um vasto país agropastoril, com baixa densidade demográfica, educação restrita à elite, profundo atraso tecnológico e grave dependência econômica para uma economia diversificada; rede de cidades considerável; sistemas de serviços públicos abrangentes; produção intelectual e cultural vigorosa, reconhecida, e uma crescente integração ao mundo globalizado.

As reformas estruturais realizadas nos anos 90 nos permitiram dar passos decisivos para alcançarmos a posição que ocupamos hoje.

Não há como vislumbrar um cenário pessimista para um país sem distensões, com extenso volume de terras agricultáveis, poderosas reservas naturais e potenciais latentes, especialmente no do nosso capital humano.

Mas ainda nos falta, para realizá-los, um inédito e vigoroso senso ético. Não apenas aquele restrito às nossas obrigações de contenção da corrupção e do compadrio.

Mas um senso ético mais amplo que torne generosa e solidária a construção do desenvolvimento nacional.

Se, no século 20, a nossa população e o PIB foram multiplicados, pouco ou quase nada fizemos para alterar nossa profunda e dramática desigualdade social.

Nenhuma outra tarefa será capaz de mobilizar tanto o Brasil dos próximos 90 anos.

Para superar esse fosso, precisamos compreender a construção do futuro não como uma dádiva, mas como conquista coletiva.

Poderemos ser o país dos talentos, se o nosso senso ético nos permitir democratizar a educação de qualidade.

Seremos o grande provedor de alimentos do mundo e representaremos um novo modelo de produção de energia renovável, se a ética nos ensinar a compatibilizar essas vocações à ideia da sustentabilidade.

Seremos uma das mais promissoras sociedades, se a ética nos exigir crescer sem regiões isoladas.

As razões que nos impuseram tantas décadas perdidas são muitas. Todas, no entanto, passam pela discussão ética sobre o nosso próprio destino e projeto de país.

Precisamos responder que Brasil queremos ser e como construí-lo com o trabalho, as crenças e as esperanças de todos os brasileiros.

AÉCIO NEVES é senador eleito pelo PSDB em Minas Gerais, Estado que governou de 2003 a março de 2010; foi também deputado federal por quatro mandatos.

Anastasia recebe apoio de cooperativas e associações de artesãos de Minas Gerais

agosto 5, 2010

Foto Rodrigo Lima / Nitro

Representantes de 70 cooperativas e associações de artesãos de várias partes do Estado anunciaram o apoio à reeleição do governador Antonio Anastasia. Representantes das entidades estiveram com o governador nesta quinta-feira, dia 5, no Comitê Central da coligação “Somos Minas Gerais”, onde entregaram um manifesto de apoio ao candidato.

No manifesto, os artesão destacam que Minas é o único estado do país que tem uma Superintendência de Artesanato no mesmo nível da Superintendência da Indústria e do Comércio, vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede). O documento ressalta que o artesanato é uma atividade essencial por promover a inclusão social de inúmeras famílias mineiras. Em Minas existem cerca de 500 mil artesãos.

 De acordo com o manifesto, o governo AécioAnastasia abriu canal permanente de diálogo com cooperativas e associações, o que permitiu ampliar e fortalecer o artesanato em Minas. Apenas a Central Mãos de Minas aumentou em 280 vezes as exportações de produtos mineiros, no período de 2003 a 2009.

Importantes segmentos da sociedade, como taxistas, torcidas e dirigentes de clubes de futebol, ambientalistas, movimento das donas de casa, entidades religiosas, entre outros, já manifestaram apoio à reeleição do governador Antonio Anastasia.

Aécio recebe lideranças da União Geral dos Trabalhadores

julho 1, 2009

Aécio e UGT

O governador Aécio Neves recebeu, nesta quarta-feira, dia 1º, no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, e outras lideranças da entidade. A UGT reúne cinco milhões de filiados em todo o país. Em Minas, representa quase 700 mil trabalhadores ligados a 16 sindicatos metalúrgicos e também do setor de serviços e do comércio

Eles pediram o apoio do governador a projetos desenvolvidos pela central sindical, entre eles o de qualificação de trabalhadores da rede hoteleira de Minas Gerais, visando a Copa do Mundo de Futebol de 2014. (more…)

Encaminhado à ALMG projeto que propõe Adicional de Desempenho para PM e bombeiros

junho 29, 2009

O governador Aécio Neves encaminhou nesta segunda-feira, dia 29, projeto de lei à Assembleia Legislativa (ALMG) que altera a Lei 5.301/1969, com a adoção do Adicional de Desempenho (ADE) como vantagem remuneratória para policiais militares e bombeiros, em substituição a outras vantagens que eram concedidas em função do tempo de serviço. Com esta proposta, caso seja aprovada, policiais militares e bombeiros passam a ser avaliados e remunerados da mesma maneira que o restante do funcionalismo público, de acordo com níveis de qualidade, eficiência e qualificação.

(more…)

Aécio Neves mostra os avanços da segurança pública em Minas em artigo na Folha de S. Paulo

junho 28, 2009

A Folha de S. Paulo publicou, neste domingo (28/06), artigo do governador de Minas Gerais Aécio Neves sobre as ações de segurança pública no Estado com o título: “Segurança, um novo paradigma”.

 Aécio escreve sobre o programa de reestruturação da área de segurança pública em Minas que alcançou índices históricos de queda dos crimes violentos no Estado. Fruto de um ousado programa de reaparelhamento das forças policiais, construção de novas unidades prisionais, criação de programas sociais para atender a jovens em risco social, entre vários programas inovadores.

 O governador mineiro destacou que “o caminho para o recuo desses indicadores para níveis registrados em 1999 não é circunstancial, mas resultado de um investimento contínuo, sustentado por um conjunto de políticas públicas reunidas em um modelo responsável, inovador e ousado” e acrescentou: “Ousamos mais uma vez mudar os paradigmas ao instalar a primeira parceria público-privada penitenciária do Brasil”.

Segurança, um novo paradigma

POUCOS PROBLEMAS desafiam tanto o Estado brasileiro quanto o avanço da violência e da criminalidade. Em Minas Gerais, enfrentamos -e estamos vencendo- um longo e penoso ciclo de agravamento da criminalidade violenta.
Comparando 2008 com 2003, nos 853 municípios mineiros, os crimes violentos caíram 36%. Na capital, a redução chegou a 52%, e, nos 34 municípios da região metropolitana, onde vivem quase 5 milhões de pessoas, ela foi de 51%. Nos três primeiros meses deste ano, os crimes permaneceram em queda, retrocedendo a indicadores de uma década atrás.

 Mais que uma meta, considero que atingimos um marco. O caminho para o recuo desses indicadores para níveis registrados em 1999 não é circunstancial, mas resultado de um investimento contínuo, sustentado por um conjunto de políticas públicas reunidas em um modelo responsável, inovador e ousado.

 Avançamos como nunca ao integrar as ações das forças policiais, que passaram a trabalhar compartilhando informações, decisões, unidades físicas e operações de campo. O modelo tem como inspiração o Compstat, uma estrutura de gerenciamento policial adotada na década de 90 pela Prefeitura de Nova York, assim como experiência similar da cidade de Bogotá, na Colômbia. Foram criadas áreas integradas de segurança pública, que consolidam territorialmente a atuação conjunta das polícias Militar e Civil, tendo como vértices o foco na solução de problemas e a aproximação com as comunidades.
Na outra ponta, para combater o déficit crônico do sistema prisional, ampliamos em 373% o número de vagas, de 5.676 para 26.846, e investimos firmemente no modelo das Apacs (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados), em parceria com o Judiciário e as prefeituras.

 

 Agora, ousamos mais uma vez mudar os paradigmas ao instalar a primeira parceria público-privada (PPP) penitenciária do Brasil, inspirada nos modelos em vigor no Chile e na Inglaterra. Além de reduzir a necessidade de investimentos diretos do Tesouro -grande obstáculo enfrentado pelos governos estaduais-, o formato representará um forte e rápido incremento na oferta de vagas, o que finalmente nos permitirá enfrentar a questão da superlotação e da desumanização das nossas prisões.

(more…)

Governador acerta detalhes de empréstimo com direção do BID

junho 12, 2009

O governador Aécio Neves se reuniu nesta sexta-feira, dia 12, na sede do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, com o vice-presidente da instituição, Roberto Vellutini, para acertar detalhes finais da liberação do empréstimo de US$ 260 milhões que deve ser concedido ao Governo de Minas Gerais. Os recursos serão aplicados no Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso).
“O BID é um parceiro histórico de Minas Gerais e tem nos ajudado em investimentos muito importantes, especialmente no Proacesso, que vai ligar todos os municípios mineiros que não tinham ligação asfáltica antes do nosso governo. Na verdade, o que queremos é assegurar o financiamento ainda para 2010”, explicou Aécio Neves, após a reunião.
(more…)

Aécio encerra pregão da Bolsa de Nova York em evento onde Cemig foi destaque

junho 12, 2009

aecio

O governador Aécio Neves participou nesta quinta-feira, da 11, na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), da tradicional cerimônia do “Closing Bell”, fazendo o toque do sino que marca o fechamento das atividades diárias da bolsa. O evento foi em homenagem à Cemig, por seu desempenho no mercado internacional, em que se destaca como uma das empresas brasileiras mais bem cotadas e negociadas. Nesta quinta-feira, as ações da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) subiram 3,5% no pregão de Nova York. As imagens do encerramento do pregão de Nova York foram transmitidas para os mercados financeiros de todo o mundo.

“Participar dessa cerimônia é um privilégio para uma empresa brasileira e mineira, que por nove anos consecutivos recebeu o prêmio Dow Jones de Sustentabilidade. Isso signfica mais investidores, mais confiança na empresa, gera renda, gera empregos, e receita não apenas para Minas, mas para o Brasil”, declarou Aécio Neves.

Veja o vídeo do encerramento do pregão na Bolsa Nova York.

(more…)

Aécio Neves alerta sobre riscos de medidas protecionistas

junho 10, 2009
Aécio fez palestra a investidores estrangeiros e analistas de mercado, a convite da Bolsa de Valores de Nova York (Nyse)

Aécio fez palestra a investidores estrangeiros e analistas de mercado, a convite da Bolsa de Valores de Nova York (Nyse)

O governador Aécio Neves criticou, nesta quarta-feira, dia 10, em Nova York (EUA), a adoção de medidas protecionistas como forma de enfrentamento dos países à crise econômica mundial. Aécio Neves fez palestra a investidores estrangeiros e analistas de mercado, a convite da Bolsa de Valores de Nova York (Nyse).

Durante o encontro, o governador falou sobre o atual cenário econômico, a experiência positiva de Minas Gerais com a implantação de um novo modelo de gestão pública, onde se inclui o crescimento da Cemig, que hoje é uma das empresas brasileiras mais bem cotadas no mercado financeiro internacional.

Leia mais Aécio Neves alerta sobre riscos de medidas protecionistas

Clique aqui e assista matéria da Agência Minas sobre o assunto

Leia também: Governador Aécio Neves lamenta queda do PIB brasileiro

(more…)

PSDB discute agricultura e agronegócio em mais uma reunião temática

junho 5, 2009
Encontro foi realizado em Foz do Iguaçu (PR) e contou com a participação dos governadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP)

Aecio Serra Foz3

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), encerrou o 2º Encontro Temático do PSDB chamando ao microfone os governadores de Minas Gerais, Aécio Neves, e de São Paulo, José Serra, para que falassem sobre propostas para alavancar a agricultura e a pecuária. Para uma platéia de centenas de pessoas, formada por ruralistas e lideranças políticas do PSDB, DEM e PPS, o governador de Minas Gerais, Aecio Neves salientou que o agronegócio emprega 26 milhões de pessoas em todo o Brasil, o que representa 30% da população economicamente ativa.

Aécio Neves disse também que erroneamente “alguns querem colocar o agronegócio em antagonismo com a agricultura familiar, mas isto não existe, ambas buscam fazer negócios”, afirmou o governador. Aécio defendeu uma reformulação no Código Florestal para que fique adequado as várias realidades dos biomas brasileiros e pediu mais financiamento para o setor primário.

O presidente do PSDB/MG, deputado Paulo Abi-Ackel, acompanhou o governador Aécio Neves a Foz do Iguaçu. Após falar sobre agricultura e agronegócio, Aécio também falou de politica, ressaltando que o PSDB chegará unido às eleições. Assista ao vídeo:

 

 

 

Governo Aécio Neves reduz criminalidade a níveis de uma década atrás

junho 4, 2009

O governador Aécio Neves destacou, nesta quinta-feira, dia 4, a redução dos indicadores da criminalidade no Estado aos níveis de dez anos atrás. Os novos números divulgados, nesta quinta, pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e Fundação João Pinheiro (FJP), mostram que o índice de ocorrência de crimes violentos – homicídios, roubos, assaltos e estupros – verificado em Minas no ano passado é menor do que o registrado em 2000.
“Voltamos aos patamares da década passada. Temos, no ano de 2009, os indicadores dos crimes violentos de 1999 e 2000, de dez anos atrás. Esse era nosso objetivo. Assumimos o governo, em 2003, com indicadores de criminalidade muito altos e estamos chegando, em 2009, com os indicadores de 1999”, afirmou o governador, em entrevista, durante abertura oficial da Superagro, no Expominas.

Leia mais em Minas reduz criminalidade a níveis de uma década atrás

Ouça a matéria Número de crimes violentos apresenta redução em Minas