Líder do PSDB critica incoerência do governo Dilma e classifica corte de despesas de factóide

Da tribuna, o líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP), condenou nesta quarta-feira, dia 2, a incoerência do governo federal nas últimas semanas. De acordo com o tucano, para camuflar a gastança e justificar o arrocho salarial dos trabalhadores, o Planalto adotou a estratégia de fazer de conta que está cortando despesas e de esconder as receitas de maneira “leviana”. Na avaliação do parlamentar, o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento é um factóide diante dos gastos do Executivo com passagens e diárias. Segundo o jornal “O Estado de S.Paulo”, as despesas com passagem em janeiro e fevereiro foram 32% maiores se comparadas com o mesmo período de 2010.

“Falou-se, por exemplo, que os gastos com diárias e passagens seriam reduzidos à metade. A cada dia que passa o discurso oficial vai ficando distante da prática e confirma o que nós da oposição temos dito: tais cortes são apenas um factóide, um furo n´água. O governo não faz a lição de casa.  Ao invés de cortar despesas, promove a gastança”, reprovou o líder.

Nogueira criticou ainda a intenção do Planalto de reajustar a tabela do Imposto de Renda em 4,5% via medida provisória. O deputado lembrou que o PSDB defende uma correção mínima de 5,9%, mesmo índice da inflação no ano passado. “O que o governo fez ao empenhar toda a sua força na aprovação do salário mínimo e o que pretende fazer para aprovar o reajuste da tabela do Imposto de Renda abaixo da inflação nada mais é do que uma extorsão sobre a renda do trabalhador”, criticou.

Para o líder, o governo subestima suas receitas. Segundo a Receita Federal, em janeiro a arrecadação geral atingiu R$ 91 bilhões. Excluindo-se as contribuições previdenciárias e o plano de seguridade do servidor público, o valor chega a R$ 68,5 bilhões. Isso representa um acréscimo nominal de 22,27% em relação ao mesmo período de 2010.

“Em termos reais, o acréscimo da arrecadação foi de 15,8%, ou seja, de R$ 9,3 bilhões. Se fizermos uma projeção até o final do ano, a partir das informações de janeiro, a arrecadação total prevista é algo em torno de R$ 779,9 bilhões. Esse resultado é R$ 37,9 bilhões além dos R$ 641,9 bilhões previstos na Lei Orçamentária deste ano”, detalhou o tucano. De acordo com Duarte, a estimativa demonstra a possibilidade de concessão do salário mínimo de R$ 600 e do reajuste da tabela do Imposto de Renda em 5,9%.

Fonte: Diário Tucano

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: