Reino Unido vê oportunidade de parceria em ciência e inovação em Minas Gerais

Secretário Narcio Rodrigues e o embaixador Alan Charlton. Foto Sectes MG

O crescimento de Minas Gerais em diversas áreas vem despertando a atenção do mundo. Nesta terça-feira, dia 22, o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, recebeu a visita do embaixador do Reino Unido no Brasil, Alan Charlton, que estava acompanhado do cônsul honorário em Minas Gerais, José Antônio de Sousa Neto.

Ao receber o embaixador, o secretário Narcio Rodrigues disse que a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) tem trabalhado em diversas áreas, entre elas a bioenergia, nanotecnologia, recursos hídricos e biotecnologia. Ele ressaltou que Minas Gerais vai buscar uma posição de liderança no Brasil também nessas áreas. “Acredito que parcerias com a Grã-Bretanha podem ajudar muito nos avanços que estamos buscando no Governo de Minas”, argumenta.

Alan Charlton afirmou que possui uma pequena equipe trabalhando com inovação em São Paulo, e que a intenção é fortalecê-la para atuar também em Minas Gerais. “Já temos parcerias importantes no Brasil com a Embrapa e outras instituições; somos um povo muito prático, buscamos resultados. Mantemos um diálogo com o governo brasileiro na área de energia, e é possível que haja uma visita a Minas Gerais para tratar desse assunto”, declarou. O embaixador ressaltou que o Reino Unido possui importantes universidades como Cambridge, Oxford, entre outras, que podem trabalhar no intercâmbio e nas parcerias com instituições mineiras.

A Sectes exibiu um vídeo com o projeto Cidade das Águas que inclui o Instituto Unesco-Hidroex, sediado em Frutal, no Triângulo Mineiro, e  voltado para a capacitação de recursos humanos da América Latina e países de língua portuguesa. O centro de categoria II é um dos 20 existentes no mundo. Alan Charlton explicou que algumas universidades inglesas são especializadas em águas fronteiriças e que também podem ser alvo de parcerias com o instituto.

O cônsul José Antônio de Souza Neto se colocou à disposição do secretário Narcio Rodrigues para atuar a partir de Minas Gerais junto à Embaixada do Reino Unido para dar agilidade aos possíveis acordos de cooperação e parcerias. Para isso, a Assessoria de Relações Internacionais da Sectes poderá, inclusive, organizar uma missão com academia e empresários.

Também participaram da recepção ao embaixador do Reino Unido, o presidente do Instituto Unesco-Hidroex, Octávio Elísio Alves de Brito; a assessora de Relações Internacionais da Sectes, Cynthia Rocha, e o consultor Richard Megank, que foi reitor do Unesco-IHE de Delft (Holanda), único instituto de categoria I no mundo.

Exemplos do Triângulo Mineiro

Narcio Rodrigues citou a biotecnologia mineira como referência nacional na conquista de novos produtos, tanto na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), como no Triângulo Mineiro e Viçosa, na Zona da Mata.

Citou novidades encontradas na semana passada no Triângulo Mineiro: uma nova variedade de soja desenvolvida em Uberaba pela Epamig, capaz de atrair pelo seu sabor. Um sistema piloto de distribuição da soja na merenda escolar da rede pública será iniciado em Uberaba. Outro projeto pretende fazer a transferência de embriões para pequenos produtores, por meio do Arranjo Produtivo Local (APL) de Biotecnologia e do Polo de Excelência em Genética Bovina, da Sectes, além de outros parceiros. No projeto, cujo objetivo é utilizar gado de raça, espera-se o atendimento inicial de 60 famílias.

Fonte: Agência Minas

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: