Governador Antonio Anastasia reúne-se com a presidenta Dilma Roussef

Anastasia tratou com a presidente de temas de interesse de Minas, entre eles as ações que vêm sendo executadas no atendimento às vítimas das chuvas Foto Roberto Stuckert Filho/PR

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, se reuniu, nesta sexta-feira, dia 21, no Palácio da Alvorada, com a presidenta da República Dilma Roussef. Durante o encontro, o governador tratou de temas de interesse de Minas Gerais, entre eles as ações que vêm sendo executadas no Estado no atendimento às vítimas das chuvas, além de projetos nas áreas social, de infraestrutura e de segurança pública. Ao final da reunião, o governador afirmou que o Governo de Minas será parceiro do governo federal na execução de importantes projetos como a construção de novas linhas do Mêtro de Belo Horizonte, fundamental para garantir mobilidade da população, turistas e torcedores durante a Copa do Mundo de 2014.

“Foi uma reunião muito boa, muito positiva. Solicitei a audiência com a senhora presidenta com o objetivo de fazer uma visita de cortesia para cumprimentá-la. Ao mesmo tempo para discutir assuntos importantes de Minas. Fiz o relato a ela da situação das chuvas no Estado, mas também discutimos alguns grandes investimentos como, por exemplo, a futura fábrica de amônia e uréia em Uberaba, o metrô, e a Copa do Mundo, além de vários outros programas importantes nas áreas social e de desenvolvimento econômico que os governos dos Estados têm parceria com o Governo Federal”, afirmou o governador, em entrevista.

Usina de amônia e uréia
Antonio Anastasia afirmou que a presidenta Dilma Roussef confirmou os investimentos da Petrobrás em Minas e a prioridade do governo federal em construir a usina de amônia e uréia em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O Governo de Minas destinará recursos da Gasmig na construção do gasoduto que fornecerá gás para a usina. O gasoduto do Triângulo terá extensão de 256 km.

Atendimento às vítimas das chuvas
O governador e a presidenta também conversaram sobre medidas adotadas pelo Estado para o atendimento às vítimas das chuvas e sobre a solicitação de R$ 250 milhões de verbas federais para socorrer as famílias desabrigadas e recuperar os estragos causados principalmente nos municípios do Sul de Minas.

De acordo com o governador, nas próximas semanas o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, deverá liberar o montante de R$ 250 milhões para ajudar na reconstrução da infraestrutura viária e dos municípios castigados pelas chuvas no Sul do Estado. Ele disse que as famílias desalojadas começaram hoje a voltar para as suas casas.

“Ontem, por telefone, o ministro falou que estava fazendo as análises e que certamente na próxima já teríamos um desdobramento. Mas o mais importante, agora, não é nem a questão do recurso, é a volta à normalidade e o atendimento imediato àquelas famílias que foram atingidas, especialmente as que se afastaram de suas casas, o que está ocorrendo hoje, com perfeita regularidade no Sul de Minas”, afirmou o governador.

Metrô de BH
Durante o encontro, o governador e a presidenta conversaram também sobre as obras do Metrô de Belo Horizonte, iniciadas na década de 80. Segundo o governador, a presidenta Dilma Roussef mostrou empenho em avançar nas obras de implantação de novos ramais do metrô da capital mineira. O governador lembrou que a instalação de novas linhas é uma demanda antiga dos municípios que integram a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Após 25 anos do início de suas obras, o Metrô de Belo Horizonte opera uma única linha com extensão de 28 km.

“Conversei com a presidenta que me relatava a sua preocupação e também com o objetivo de avançarmos junto com o governo federal e a prefeitura. Ela conhece bem o problema em detalhes. Sai muito otimista com essa questão. Acho que vamos ter, em breve, notícias boas em relação ao metrô de Belo Horizonte, que é uma empresa federal e que nós sabemos que é uma reivindicação histórica da Região Metropolitana de Belo Horizonte”, disse ele.

21 de Abril em Ouro Preto
Anastasia antecipou que a presidenta aceitou o convite para ser oradora oficial da solenidade comemorativa da Inconfidência Mineira, no dia 21 de abril, em Ouro Preto. “Fiz um convite à senhora presidenta para ser a oradora oficial em 21 de abril, em Ouro Preto. Ela aceitou esse convite, então, naturalmente, vamos ter lá a sua presença”, afirmou.

Ele também adiantou que Dilma Roussef lhe comunicou a decisão do governo federal de instalar um escritório para tratar de assuntos do interesse da Presidência da República, em Minas Gerais. Em Brasília, o governador Antonio Anastasia também se reuniu, em visita de cortesia, com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

Fonte: Agência Minas

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: