Circuito Cultural Praça da Liberdade: Prédio do Servas abrigará Museu Clube da Esquina

A solenidade de assinatura do Termo de Permissão de Uso do prédio do Servas foi realizada no Palácio Tiradentes. Foto Omar Freire / Imprensa MG

O governador em exercício, Alberto Pinto Coelho, participou nesta sexta-feira, dia 10, no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, da assinatura do Termo de Permissão de Uso do prédio do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) para implantação do Museu Clube da Esquina. O espaço integrará o Circuito Cultural Praça da Liberdade, maior complexo cultural do país aberto à população, implantado nos prédios públicos do entorno da Praça da Liberdade, em Belo Horizonte.

A implantação do Museu Clube da Esquina contará com R$ 8 milhões, destinados pela bancada mineira na Câmara dos Deputados, por meio de emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) de 2010. No mesmo local será desenvolvido o Centro de Referência da Música de Minas Gerais, espaço que irá valorizar um dos principais patrimônios do Estado, a música.

Após a solenidade, Alberto Pinto Coelho ressaltou a importância da valorização e preservação da memória da música mineira com a criação deste novo Museu.

“A música é um patrimônio de Minas Gerais dos mais caros e o Clube da Esquina representa essa memória da maneira mais esplendorosa. O Museu do Clube da Esquina é uma conquista importante para Minas Gerais no contexto de algo muito significativo que é a valorização da memória da nossa música. Esse convênio aqui celebrado é um momento histórico”, disse o governador em exercício.

O secretário de Estado de Cultura, Washington Mello, o compositor Márcio Borges e o cantor e compositor Lô Borges também assinaram o termo. Para o secretário, o objetivo do Museu Clube da Esquina é de se transformar em ponto de convergência, de cultura, de troca de experiências, e, principalmente, em ponto de luta pela democracia, pela defesa dos direitos humanos, por Minas Gerais e pelos músicos. “Com a música de Minas Gerais, vamos conseguir fazer isso. Esse é mais um presente para Minas Gerais e para os mineiros”, afirmou.

Educação

O compositor Márcio Borges explicou que o Museu Clube da Esquina também terá um aspecto educacional voltado para a comunidade, e irá oferecer curso de música, oficinas e workshops.

“O Museu terá um aspecto educacional muito forte, principalmente voltado para as áreas de crianças em situação de risco social. Teremos um programa para buscar as crianças na escola para visitação ao Museu, que também poderão se matricular nos cursos que vamos oferecer. Esse é o meu grande orgulho, ter conseguido fazer um projeto que refletisse a sociedade e, ao mesmo tempo, agradecesse a sociedade, o povo e a comunidade mineira por tudo que nos deu”, disse.

A solenidade de assinatura do Termo de Permissão de Uso do prédio do Servas para implantação do Museu Clube da Esquina também contou com a presença da secretária de Estado Extraordinária de Relações Institucionais, Maria Coeli, do artista Toninho Horta, da diretora do Museu Clube da Esquina, Cláudia Maria, e do empresário e membro da diretoria do Museu, Marcelo Pianete.

Outros espaços

Em 2010, três novos espaços já foram inaugurados no Circuito: o Espaço TIM UFMG do Conhecimento, o Museu das Minas e do Metal – EBX e, no dia 30 de novembro deste ano, o Memorial Minas Gerais – Vale.

Até novembro, os dois primeiros espaços e o Palácio da Liberdade receberam nada menos do que 83 mil visitantes, número que sobe para mais de 400 mil se somadas as visitações à Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa e ao Arquivo Público Mineiro.

Novas parcerias

Também esse ano, foi firmada parceria com a Fundação Roberto Marinho para a criação do Museu do Homem Brasileiro, sendo que está em processo de licitação a implantação de um hotel padrão cinco estrelas no prédio do Ipsemg na rua Gonçalves Dias. Também foi anunciado a criação do Museu do Automóvel na área do estacionamento do Palácio da Liberdade.

Para 2011, estão previstas as inaugurações do Centro de Arte Popular – Cemig e, até o final do ano, do Centro Cultural Banco do Brasil.

Estão previstos para integrar o Circuito Cultural Praça da Liberdade o Museu do Automóvel, a ser instalado em área do complexo do Palácio da Liberdade e um hotel padrão cinco estrelas no antigo prédio do Ipsemg, em fase de licitação.

Ainda fazem parte do Circuito Cultural, o Palácio da Liberdade, aberto à visitação pública sempre aos domingos, a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, o Arquivo Público Mineiro e o Museu Mineiro.

Fonte: Agência Minas

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: