Deputado condena produção de dossiês pelo PT para prejudicar adversários

Deputado federal Alfredo Kaefer, do PSDB do Paraná

O deputado Alfredo Kaefer (PSDB/PR) afirmou nesta segunda-feira, dia 25, que a denúncia envolvendo o secretário nacional de Justiça, Pedro Abramovay, é mais uma evidência da “arapongagem” desenfreada realizada pelo PT dentro do governo federal.

O ex-ocupante do cargo Romeu Tuma Jr. afirmou à “Folha de S. Paulo” que o seu ex-colega no ministério reclamou diversas vezes do que considerava ser a pior parte do seu trabalho – fazer dossiês.”Ele vivia dizendo que era um saco ter de fazer esses dossiês”, declarou Tuma, afastado da função por suposto envolvimento com a máfia chinesa no Brasil.

“Trata-se de arapongagem explícita. É o Estado brasileiro se misturando com governo. A gestão Lula acha que tudo pode, que vale qualquer coisa, inclusive o ilícito, para buscar a vitória eleitoral”, condenou o tucano.

Segundo a revista “Veja”, Abramovay disse a Tuma Jr. que as ordens para confecção de dossiês partiam da ex-ministra da Casa Civil e atual candidata à Presidência, Dilma Rousseff, e do chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho. De acordo com a reportagem, Abramovay disse a Tuma Jr: “Não aguento mais receber pedidos da Dilma e do Gilberto Carvalho para fazer dossiês. (…) Eu quase fui preso como um dos aloprados”.

Pedro Abramovay foi secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça até abril deste ano, quando assumiu a vaga de Tuma Jr. Antes de chegar ao ministério, o advogado trabalhou com o senador Aloizio Mercadante (PT). Segundo a revista, vem dessa etapa da carreira a explicação para a parte da frase em que ele diz: “quase fui preso como um dos aloprados”. No escândalo um dos envolvidos foi o ex-dirigente do PT e ex-assessor de Mercadante, Hamilton Lacerda.

Para Kaefer, um dos objetivos da fábrica de dossiês do governo federal é prejudicar seus adversários políticos e se beneficiar. “É uma afronta à Constituição. Não há respeito nem aos cidadãos e muito menos aos seus adversários. Tudo se pode no governo do PT”, criticou o deputado.

Histórico de espionagem ilegal

→ Em 2006, petistas foram pegos tentando comprar um dossiê para prejudicar o então candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin. O termo “aloprados” foi dado pelo próprio presidente Lula para se referir aos companheiros envolvidos no escândalo. Até hoje, a origem do R$ 1,7 milhão que seria usado na operação não foi esclarecida pela Polícia Federal. Nenhum dos acusados de participação na compra do dossiê acabou denunciado pelo Ministério Público Federal. Além disso, as investigações ainda não terminaram.

→ Em 2008, após denúncias sobre gastos irregulares com os cartões corporativos no governo federal, foi instalada uma CPI no Congresso para investigar os fatos denunciados pela imprensa. Para tentar conter a ação da oposição, que queria esclarecer os acontecimentos, foi elaborado um dossiê com os gastos da Presidência durante o governo Fernando Henrique Cardoso. A então secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, braço direito da ministra Dilma Rousseff na época, foi apontada como a responsável pela montagem da papelada que detalhava até os gastos da família de FHC.

 
→ Em 2009, aconteceu o vazamento de dados fiscais do vice-presidente executivo do PSDB, Eduardo Jorge, em uma agência da Receita Federal. Saíram diretamente dos sistemas do Fisco as declarações de bens e renda do tucano. Segundo a Polícia Federal, o jornalista Amaury Ribeiro Jr. pagou R$ 12 mil pelos dados. Em depoimento à PF, Amaury disse que participou de pelo menos duas reuniões de integrantes do comitê da campanha de Dilma Rousseff.

→ Também foram acessadas as declarações de imposto de renda de outras quatro pessoas ligadas ao PSDB, inclusive de Verônica Serra, filha do candidato à Presidência José Serra. As informações dela foram consultadas indevidamente na agência de Santo André, também na Grande São Paulo, depois da apresentação de uma procuração com uma assinatura falsa de Verônica.

Fonte: Diário Tucano

Tags: , ,

5 Respostas to “Deputado condena produção de dossiês pelo PT para prejudicar adversários”

  1. Deputado condena produção de dossiês pelo PT para prejudicar adversários (via BLOG do PSDB de Minas Gerais) « HELBERTH SILVA NEVES Says:

    […] Deputado condena produção de dossiês pelo PT para prejudicar adversários (via BLOG do PSDB de Minas Gerais) 25 10 2010 O deputado Alfredo Kaefer (PSDB/PR) afirmou nesta segunda-feira, dia 25, que a denúncia envolvendo o secretário nacional de Justiça, Pedro Abramovay, é mais uma evidência da “arapongagem” desenfreada realizada pelo PT dentro do governo federal. O ex-ocupante do cargo Romeu Tuma Jr. afirmou à “Folha de S. Paulo” que … Read More […]

  2. Mauro Lúcio Says:

    Presidente, tenha a grandeza de pedir desculpas ao dr. Jacob.
    O médico Jacob Kligerman, que atendeu José Serra na última quarta-feira após o candidato à presidência ser hostilizado por manifestantes
    do PT em Campo Grande no Rio, recebeu hoje homenagens da Associação Comercial do Rio de Janeiro e de amigos num restaurante
    da zona sul.

    O presidente da instituição, José Luiz Alquéres, aproveitou o momento para mandar um recado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
    “Presidente, tenha a grandeza de pedir desculpas ao dr. Jacob”.
    COMENTO EU:Lula, infelizmente, se apequenou no cargo. Como disse AÉCIO, vai sair menor do que entrou.

  3. Marcondes Says:

    Jacob Kligerman VAI AO SUPREMO CONTRA LULA

    O médico Jacob Kligerman, que atendeu José Serra após ter sido
    hostilizado por manifestantes do PT em Campo Grande no Rio,
    entrou na noite de hoje no STF com um pedido de explicações contra
    o presidente Lula.
    O pedido, encaminhado por fax pelo advogado, o ex-deputado
    Marcelo Cerqueira(do PSB) tem como base o artigo 144 do Código Penal. Nele, incluído no capítulo dos crimes contra a honra, se estabelece que “se de referências, alusões ou frases, se infere calúnia, difamação ou injúria, quem se julga ofendido pode pedir explicações em juízo. Aquele que se recusa a dá-las ou, a critério do juiz, não as dá satisfatórias, responde pela ofensa”.
    Fonte: Folha on line
    MENTIRA TEM PERNA CURTA! VIVA A LIBERDADE com SERRA!
    Estamos com AÉCIO e ANASTASIA nessa jornada.

  4. Diogo Says:

    PT PODE TUDO! PSDB NÃO!
    Um dirigente petista de São Paulo acionou a Policia Civil
    para apreender folhetos de militantes em Perus,zona norte
    de São Paulo, porque os folhetos mostravam simplesmente
    a ficha da candidata, que está na internet e não é segredo de ninguém.

    O mesmo fizeram com os documentos que o bispo de Guarulhos
    encomendou em uma gráfica, recomendando aos católicos
    não votar na candidata e no partido que são favoráveis ao aborto.

    NÃO VAMOS NOS INTIMIDAR! NÃO VAMOS NOS AJOELHAR!
    Vamos continuar nossa pregação democrática de fé, liberdade,
    cidadania e DEMOCRACIA, elegendo SERRA PRESIDENTE!
    Vamos acompanhar AÉCIO e ANASTASIA!

  5. José Arimatéia Says:

    Para nossa reflexão, vou citar apenas um trecho do artigo do talentoso jornalista Merval Pereira, hoje em O GLOBO:
    OPOSIÇÃO UNIDA:
    Elegendo sua candidata usando os meios que vem usando, o presidente Lula, como diz a candidata verde Marina Silva, “ganhará perdendo”.

    E se, como tudo indica, isso não tiver a menor importância para ele, desde que vença a eleição, estará ratificando a sua opção pela baixa política, o que quase metade do eleitorado brasileiro repudia ao votar
    na oposição sistematicamente desde que ele se elegeu pela primeira
    vez em 2002.

    Há um mínimo de 40% de eleitores que votam na oposição desde
    aquela época no segundo turno, e tudo indica que este ano o número será maior ainda, mesmo que os votos válidos oposicionistas não
    sejam suficientes para vencer a eleição, o que ainda é uma hipótese rejeitada pela oposição.
    O ex-operário que chegou ao poder prometendo uma nova maneira
    de fazer política, e alegando que a corrupção seria reduzida pela
    simples chegada do PT à Presidência da República, transformou-se
    no mais pragmático dos políticos, no pior sentido do termo, que é o
    de conviver com o fisiologismo e a corrupção no pressuposto de que
    são inevitáveis na nossa democracia de massas.
    MEU COMENTÁRIO:
    Conterrãneos mineiros: VAMOS PERMITIR ISSO?
    Não tenho visto bandeiras e nem cavaletes do SERRA em Belo Horizonte.
    Precisamos ir às ruas, fazer ponto com bandeiras nos principais locais da cidade. A ONDA AZUL da DEMOCRACIA COM AÉCIO, ANASTASIA e SERRA PARA MUDAR O BRASIL!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: