Anastasia reafirma compromisso com a regionalização do atendimento à saúde

Em Guanhães, Governador Anastasia diz que município vai se transformar em polo de atendimento à toda a região. Fotos Emmanuel Pinheiro

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, reafirmou na manhã desta sexta-feira, dia 24, em Guanhães (Vale do Rio Doce), que uma das maiores prioridades de seu Plano de Governo será a descentralização da Saúde, de forma a aproximar a população aos serviços de saúde. Além de Guanhães, o governador visitou a cidade de Capelinha (Vale do Jequitinhonha), ao lado dos candidatos ao Senado pela Coligação “Somos Minas Gerais”, Aécio Neves e Itamar Franco, e o candidato a vice-governador, deputado Alberto Pinto Coelho.

Durante entrevista em Guanhães, Antonio Anastasia afirmou que o esforço do Governo do Estado será descentralizar o atendimento a partir da construção de hospitais regionais ou ampliação dos já existentes. O objetivo é que a população possa ter acesso facilitado ao atendimento de alta complexidade. Assim, os moradores não precisarão buscar esse tipo de serviço em cidades maiores ou na capital.

“Não há dúvida que essa estrutura também vai fortalecer os consórcios de saúde, melhorando o hospital e fazendo não só com que a saúde de Guanhães melhore, mas também de toda essa região do Vale do Rio Doce. Esse vai ser o nosso esforço maior. A nossa política de saúde é descentralização, tornar a saúde mais próxima do cidadão”, disse Antonio Anastasia.

O governador afirmou, também, que o grande desafio para os próximos quatro anos é criar polos regionais de saúde, com a instalação de gerências administrativas para coordenar todo o sistema de atendimento na região.
“A nossa ideia é instalar aqui uma unidade regional da secretaria de saúde, para transformar a cidade em um polo regional de atendimento, já que a saúde é a prioridade absoluta de nosso governo”, disse o governador.
 
Hospital regional
Uma das principais demandas de Guanhães é a instalação de um hospital regional mais próximo, já que boa parte do atendimento de maior complexidade é realizado em Itabira. Desde 2003, o Governo de Minas Gerais investiu R$ 5,6 milhões na área da Saúde, em Guanhães. Do total, R$ 2,7 milhões foram aplicados no Hospital Imaculada Conceição, por meio do ProHosp, programa criado para tornar os serviços hospitalares mais eficientes e com melhor qualidade para o cidadão. Além disso, foram destinados recursos para a melhoria da atenção básica, compra de instrumentos e custeio de equipes do Programa de Saúde da Família (PSF) e agentes comunitários. 
 
União dos prefeitos

Em Guanhães, o governador Antonio Anastasia foi recebido com uma festa animada. Ao lado do ex-presidente e candidato ao Senado, Itamar Franco, e do candidato a vice-governador, deputado Alberto Pinto Coelho, Anastasia foi recebido por cerca de 20 prefeitos da região, incluindo o prefeito da cidade, Oswaldo de Castro (DEM). Ele destacou as mudanças ocorridas na região nos últimos oito anos com a gestão de Aécio Neves e Antonio Anastasia.

“O que estamos olhando é essa força, essa união de prefeitos em prol da candidatura Anastasia e Aécio Neves. Nossa região era esquecida. Desde 2003, tivemos o apoio do governador Aécio e quando Anastasia assumiu, deu continuidade a esse trabalho de ajuda ao nosso município. Acreditamos que, de agora para frente, esse apoio que o governador nos deu vai continuar”, declarou o prefeito.

Os candidatos saíram do aeroporto em uma carreata até o centro da cidade, que contou com aproximadamente 200 carros. Durante o trajeto, eleitores seguravam bandeiras e faixas de apoio às candidaturas da coligação “Somos Minas Gerais”. Um foguetório e buzinaço anunciaram a passagem dos candidatos pelas ruas da cidade. Anastasia, Itamar e Alberto pararam na padaria e lanchonete Skinão JK para fazer um lanche e iniciaram uma caminhada junto aos eleitores.

A funcionária pública Simone Brás disse que no dia 3 de outubro irá votar pela continuidade ao escolher Antonio Anastasia para governador. “Ele fez demais, ele reajustou o salário. Ele tem que ganhar para o governo do Aécio continuar. O Aécio foi muito bom para nós. E junto dele estava Anastasia. Agora, nada melhor do que o Anastasia”, afirmou.

O prefeito de Divinolândia de Minas, Armstrong Cunha (PPS), foi a Guanhães declarar seu apoio à reeleição de Antonio Anastasia e destacou as ações desenvolvidas pelo governador. “O governador Anastasia está fazendo por Divinolândia aquilo que jamais foi feito. É um governador consciente, que tem feito com que o povo continue no interior, com uma boa qualidade de vida, melhor que em muitas cidades maiores. Divinolândia é muito grata ao governador Anastasia, ao Aécio e ao Itamar”, afirmou.
 
Capelinha

De Guanhães, o governador Antonio Anastasia seguiu para Capelinha (Vale do Jequitinhonha), onde se juntou ao ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal. Os candidatos foram recebidos pelo prefeito Pedro Vieira da Silva (PSDB), além de lideranças políticas da região, e seguiram para o centro da cidade, em uma carreata que chegou a dois quilômetros de extensão, formada por mais de 200 carros.

Durante todo o percurso, que foi iniciado na avenida Rio Branco e seguiu até a rua Governador Valadares, Anastasia, Aécio, Itamar e Alberto, os moradores da cidade paravam, acenavam para os candidatos, seguravam bandeiras, em um clima de muita festa.

Na reta final de campanha, o ex-governador Aécio Neves aproveitou para agradecer à população de Capelinha pela receptividade e destacou as parcerias firmadas com cada um dos municípios mineiros, durante os últimos oito anos de governo, que garantiram ao Estado avanços na geração de empregos, na melhoria de indicadores sociais.

“Minas Gerais tem a administração pública mais respeitada do Brasil, é o Estado que hoje mais gera empregos e que mais avança em seus indicadores sociais, mas para que isso tudo avance ainda mais, é fundamental eleger Antonio Anastasia governador”, afirmou.

Leia , abaixo, Plano de Governo do governador Antonio Anastasia
Propostas e ações para a Saúde no período de 2011 a 2014

Universalização e melhoria da qualidade da atenção primária

• Ampliar o número de equipes do Programa Saúde da Família, de 4.039 para 4.663, principalmente por meio do estímulo à criação e manutenção de equipes de PSF em grandes aglomerados urbanos;

• Repassar recursos para a construção ou reforma de Unidades Básicas de Saúde em 560 municípios;

• Universalizar o Programa de Educação Permanente para todas as regiões do Estado.

Fortalecimento dos Hospitais Regionais

• Construir novos Hospitais Regionais e expansão do Pro-Hosp, consolidando 200 hospitais em todas as regiões do Estado;

• Ampliar o valor aplicado em cada hospital;

• Apoiar ações direcionadas ao funcionamento de leitos intermediários para suporte aos leitos de UTI, maternidades e unidades de urgência e emergência;
 
Redes de atenção à saúde 
• Criar 65 Centros de Atenção Especializada por todo o Estado;

• Implantar e financiar Centros Viva Vida para o atendimento da população de mais 27 microrregiões de saúde e mais oito Casas de Apoio à Gestante reduzir a mortalidade infantil em Minas Gerais. Duzentos novos leitos de UTI neonatal serão implantados;

• Expandir a Rede de Atenção a Urgência e Emergência para todo o Estado. Serão mais 11 macrorregiões de saúde com organização dos serviços de atendimento à urgência e emergência, com implantação e custeio do Samu macrorregional;

• Implantar mais 20 Centros Hiperdia (Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos), que se somarão aos 10 implantados até 2010, para reduzir fatores de risco e a mortalidade pela hipertensão arterial, diabetes mellitus, doenças cardiovasculares e doença renal crônica;

• Criar mais 10 Centros Mais Vida, abrangendo todas as macrorregiões do Estado. Além dos Centros, visando à melhoria da qualidade no atendimento à pessoa idosa, será criado um programa de incentivo às Instituições de Longa Permanência para Idosos (Ilpi) por meio de um prêmio a ser distribuído anualmente.
 
Estruturação logística do SUS
• Implantar o Sistema Estadual de Transporte em Saúde em mais 52 microrregiões, para garantir que os pacientes que necessitam de deslocamento para atendimento nos hospitais e centros de atenção especializados regionais tenham acesso com conforto e com um baixo custo para os municípios; 

• Substituir a frota de veículos (150 micro-ônibus) nas regiões onde o sistema já está em funcionamento;

• Expandir a rede de apoio da assistência farmacêutica, através do Programa Farmácia de Minas, com a instalação de novas unidades de atendimento em 453 municípios,

• Implantar o Serviço de Registro Eletrônico em Saúde – Cartão Saúde – para integração das Redes de Atenção à Saúde do Estado. Todo cidadão poderá ser identificado em todas as unidades de saúde, de forma rápida e segura, por meio da utilização de moderna tecnologia da informação;

• Diminuir a necessidade de deslocamentos para atendimento especializado, através do Tele Minas Saúde;

• Ampliar o Canal Minas Saúde de 4.500 para 11.000 pontos, abrangendo todas as Unidades da Atenção Primária à Saúde instaladas nos os municípios do Estado e nas demais unidades do sistema.

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: