Depois da Casa Civil, escândalos envolvem a EBC

Depois de descobertas as irregularidades na Casa Civil do governo Lula, um novo escândalo surgiu nesta quarta-feira, dia 22, envolvendo um ministro e seu filho. De acordo com denúncia feita pelo jornal O Estado de S. Paulo, a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) , contratou por R$ 6,2 milhões uma empresa que emprega o filho do ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, presidente do Conselho de Administração da estatal, conhecida como “TV Lula”. “Esta é mais uma denúncia grave que requer imediata apuração e explicação à população brasileira”, cobra o senador Tasso Jereissati (PSDB/CE).

“As pessoas banalizaram a moral e a ética”, chama atenção o deputado Gustavo Fruet (PSDB/PR). Ele destaca que o governo do presidente Lula tornou comum a confusão entre o público e o privado. “Estranho o fato de o governo federal não ter buscado contratos com outras empresas. Primeiro ficamos sabendo que a ex-ministra Erenice Guerra alocou a família toda em órgãos do governo. Com a denúncia em evidência, surge esse fato novo, a contratação de empresa do Franklin Martins”, lamenta o tucano.

A Tecnet Comércio e Serviços Ltda. venceu, em 30 de dezembro passado, a concorrência para cuidar do sistema de arquivos digitais da EBC, um dos grandes projetos do governo. De acordo com o jornal, emails da própria EBC comprovam que o ministro Franklin Martins pediu “prioridade zero” para o assunto.

O ministro, no entanto, desconsiderou pareceres alertando para a falta de recursos orçamentários para o projeto. Segundo o  jornal, no dia 11 de dezembro, da coordenadora de licitações Maria Cristina Brandão Santos, teria feito o alerta.

Ainda assim, a TV fez um pregão presencial às pressas, 19 dias depois. Outro ponto destacado pelo jornal na contratação da Tecnet pela EBC é que a empresa do governo é a única emissora de televisão brasileira cliente da empresa que emprega o filho de um dos ministros mais próximos do presidente Lula.

Na verdade, a contratação da Tecnet é a segunda irregularidade envolvendo a TV estatal esta semana depois da Folha de S. Paulo ter noticiado que equipamentos e empregados da emissora estão gravando comícios da campanha da ministra Dilma dos quais o presidente Lula participa.

Na terça-feira,  dia 21, a oposição entrou com uma representação pedindo investigação do Ministério Público para saber se as imagens feitas pela EBC estão sendo usadas na campanha da candidata petista ou de aliados do partido.

Leia também Manifesto em defesa da liberdade de imprensa é lançado em SP

Fonte: Agência Tucana

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: