Ao lado de Itamar, Aécio defenderá a cafeicultura de Minas no Senado

Em Varginha, Aécio afirmou que apoiará Anastasia na adoção de medidas de incentivo aos cafeicultores. Foto Marcus Desimoni

O ex-governador Aécio Neves afirmou, nesta quarta-feira, dia 22, no Sul de Minas, que, eleito, defenderá no Senado uma política estruturadora para a cafeicultura brasileira. Ao lado do ex-presidente Itamar Franco, também candidato ao Senado, Aécio Neves reiterou que apoiará Antonio Anastasia na adoção de medidas para diminuir os efeitos negativos da falta de uma política nacional para o café.

Nos últimos anos, os produtores de café do país vêm encontrando dificuldades junto ao governo federal para renegociar as dívidas e garantir preço mínimo para cobertura dos custos de produção.

“Pretendo, no Senado, ser o senador do café para demonstrar não apenas a importância econômica, mas também a importância social dessa atividade. O que eu pretendo é, ao lado do governador Anastasia, nosso candidato ao governo, construir um projeto inclusive do ponto de vista tributário, que possa estimular novos investimentos a virem para cá, gerando mais empregos”, afirmou o governador em Varginha.

Aécio Neves afirmou que o governo federal deve apoiar a cafeicultura no Brasil para garantir mais valor ao produto e gerar mais empregos no país. O Brasil é hoje o maior produtor de café do mundo, com Minas na liderança da produção nacional. Aécio lembrou que, durante sua passagem pela presidência da Câmara dos Deputados realizou, ao lado do governo federal, na época administrado por presidente Fernando Henrique Cardoso, um conjunto de medidas que beneficiou os cafeicultores de todo o país.

 “O Brasil, tendo Minas Gerais com metade da produção, é o maior produtor de café do mundo. Temos que fazer um esforço enorme para que o café seja beneficiado e industrializado em maior volume em Minas. Quando estive na presidência da Câmara, construí com o governo talvez a última grande ação conjunta para o café, na definição de preço, renegociação de dívida, transferência de dívida para as sacas. Enfim, um conjunto de medidas que alocou mais de R$ 2,5 bilhões na cafeicultura. Não há ainda, no governo atual, uma visão clara da importância econômica e social do café”, afirmou o governador.
 
Apoio do Sul de Minas

Em Boa Esperança, Aécio Neves participou de uma caminhada. Foto Marcus Desimoni

A visita de Aécio Neves pelo Sul de Minas, nesta quarta-feira, se iniciou em Boa Esperança. Ele foi recebido por prefeitos e lideranças políticas da região no aeroporto. Ao lado do ex-ministro e ex-embaixador de Cuba, Tilden Santiago, seu segundo suplente na chapa, Aécio Neves participou de caminhada, acompanhado de cerca de 400 eleitores no Centro da cidade. O ex-governador agradeceu aos moradores do Sul de Minas pelo apoio à reeleição de Antonio Anastasia e afirmou que a região é fundamental para o crescimento da economia do Estado.

“Essa é uma região prioritária para nossas ações. Sabemos que Minas para crescer precisa investir de forma diferenciada nas regiões que têm maior potencial. Essa é uma delas”, disse.
 
Liderança nas pesquisas
Aécio Neves também comemorou os resultados de duas pesquisas, divulgadas nesta quarta-feira, que apontam a liderança de Antonio Anastasia para a disputa pelo Governo de Minas. No EM Data Anastasia lidera com 40% das intenções, contra 32% do adversário. Já o DataTempo/CP2 mostra que ele  também está à frente nas pesquisas com 39,6% da preferência dos eleitores mineiros, enquanto o adversário tem 35,4%.

“Agradecemos às manifestações que estamos recebendo nas pesquisas eleitorais e nas visitas que estamos fazendo, da compreensão de que o projeto em execução em Minas não deve ser interrompido. Minas é o estado que mais cresce no Brasil na geração de empregos, que apresenta na educação fundamental e na segurança pública os melhores indicadores. Isso tem que continuar”, afirmou o governador.
 
Avanços reconhecidos
Em Varginha, Aécio Neves e Itamar foram recebidos por mais de 200 pessoas que se reuniram no aeroporto. Entre eles, prefeitos de vários partidos como o prefeito de Ilicínea, Aluísio Borges de Souza (PMDB), que manifestou publicamente o apoio à candidatura de Antonio Anastasia ao Governo de Minas.

“Sempre tive comigo que a gente sempre tem que escolher o melhor. A sigla partidária não me induz a apoiar uma pessoa que a gente acha que não está em condições de administrar Minas que é hoje essa potência, crescendo mais que o próprio Brasil”, afirmou.

Aécio e Itamar seguiram em carreata pelas ruas de Varginha onde foram saudados por foguetório. No calçadão Wenceslau Brás, Aécio cumprimentou eleitores que apoiaram sua candidatura e de Antonio Anastasia ao Governo de Minas. A servidora pública federal Solange Duarte, que fez questão de cumprimentar o ex-governador. “Ele foi um ótimo governador e seu governo precisa ser continuado pelo governador Antonio Anastasia“. 

O prefeito de Fama, Jean  Carlo Roupa Prado (PTB), destacou os avanços sociais e econômicos de Minas durante o governo de Aécio e Anastasia. “A gente tem que dar sequência àquilo que está bom. Todo mundo viu o que o Aécio fez por Minas. Cresceu mais de 12% do PIB e as obras estão espalhadas por todo esse rincão mineiro. É o grande motivo para continuarmos apoiando Aécio e Anastasia”, disse.

O ex-prefeito de Varginha, Aloysio Ribeiro de Almeida (PP), presidente da Associação Comercial de Varginha, afirmou que a população do Sul de Minas optou por Anastasia para governar Minas. “Considero Anastasia a melhor a opção para Minas Gerais pela competência e dinamismo. Toda a região está firme para, no dia 3 de outubro, elegermos Aécio Neves e Anastasia”, disse.
 
Mais saúde para região de Sete Lagoas

Aécio também esteve, nesta quarta-feira, na cidade de Sete Lagoas. Foto Emmanuel Pinheiro

De Varginha, Aécio Neves seguiu para Sete Lagoas, na região Central do Estado. Ao lado do prefeito, Mário Campolina Paiva, o Maroca, ele percorreu várias ruas da cidade em carreata e fez caminhada no Mercado Municipal, onde cumprimentou eleitores e populares. Aécio Neves destacou que os investimentos no Hospital Regional de Sete Lagoas para o atendimento à população de toda a região com serviços médicos de alta complexidade.

“O hospital regional é uma demanda histórica da região, das lideranças políticas da região. Os recursos já estão garantidos. São cerca de R$ 10 milhões deles já liberados. Estamos aguardando apenas a questão legal, que é a definição do projeto para o início imediato das obras. O hospital atenderá toda a região. É preciso que agora toda as autoridades envolvidas ajam rápido para que as obras possam ser iniciadas imediatamente, já que os empecilhos financeiros e legais foram todos sanados”, afirmou o ex-governador.

O Governo de Minas assinou convênio com a prefeitura de Sete Lagoas em 20 de março deste ano, com investimentos previstos de R$ 40 milhões. Já foram liberados R$ 10 milhões desse total. O projeto executivo de construção está sendo finalizado pela Prefeitura, responsável pela obra. O Governo de Minas investiu R$ 14,9 milhões desde 2003 em ações de saúde em Sete Lagoas. Através do ProHosp, foram R$ 3,5 milhões e no ProHosp Urgência e Emergência R$ 487,5 mil.

O prefeito de Sete Lagoas, Mário Campolina (PSDB), afirmou que os mineiros devem reeleger Antonio Anastasia para garantir a continuidade dos investimentos na área de saúde.

“O hospital regional é fundamental para a região. Como cidade polo, Sete Lagoas foi bem atendida pelo Governo de Minas. Não existe motivo para Minas trocar. Temos o melhor gestor público do Brasil. Minas precisa dele, precisa dessa continuidade e é por isso que temos o maior orgulho de estarmos juntos de Anastasia, Aécio e Itamar”, afirmou.

O prefeito de Araçaí, Daniel Valadares (PSDB), destacou a importância do hospital para o atendimento da população de seu município, localizado a 38 km de Sete Lagoas. “O Hospital Regional vem desafogar uma demanda reprimida que a região tem. O Hospital Regional vem sanar esses problemas. É muito importante a obra do hospital regional para a Região de Sete Lagoas”, afirmou.

O prefeito de Inhaúma, Murilo França (PMDB), afirmou que apoiará a eleição de Aécio ao Senado e a reeleição de Antonio Anastasia pelo apoio aos municípios mineiros.

“Sou prefeito há quatro mandatos e tem dois anos que acompanho Aécio. Ele foi o governador que abriu as portas do Palácio da Liberdade para todas as cidades mineiras, sem distinção de partido. Sou do PMDB, mas dou o total apoio à reeleição do governador Antonio Anastasia devido ao trabalho realizado em Inhaúma. É um reconhecimento meu e da minha cidade”, disse.

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: