Anastasia afirma que avanços de Minas são frutos do bom planejamento do Estado

Em debate da Record, governador Anastasia pede que os mineiros aproveitem os últimos dias antes da eleição para conhecer as propostas dos candidatos. Foto Emmanuel Pinheiro

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, destacou no debate da Rede Record, realizado na noite desta segunda-feira, dia 20, que os avanços sociais e econômicos registrados em Minas Gerais, acima da média nacional, foram possíveis em razão do bom planejamento das ações e da parceria do Estado com os municípios mineiros e com a sociedade civil organizada. Anastasia destacou que os bons resultados de Minas Gerais foram reconhecidos tanto pelo governo federal quanto por organismos de fomento internacional e, principalmente, pela própria população do Estado.

“O maior reconhecimento é dos mineiros que nos aplaudem. E a minha candidatura surge exatamente com esse objetivo: continuar com esses avanços, com esse trabalho começado com Aécio Neves. É uma candidatura nascida em Minas, de Minas e para Minas. E gostaria de dizer que esses resultados, que devemos compartilhar com todos, estão aí e todos os mineiros conhecem e são testemunhas. Tivemos resultados para as pessoas. Acredito, sinceramente, que isso faz a diferença. As pessoas sentirem que o governo olha para elas”, disse Antonio Anastasia.

O governador lembrou que governo federal, por meio do Ministério da Educação, colocou Minas Gerais em primeiro lugar no ranking da educação básica no Brasil no último ano. Da mesma forma, o Ministério do Trabalho, apontou o grande crescimento do número de carteiras assinadas no Estado e o Banco Mundial, que transformou o exemplo de administração pública dos governos Aécio Neves e Antonio Anastasia em modelo em gestão pública.

“Este é um projeto vitorioso, que vem recebendo reconhecimento de todos os mineiros em diversos setores. Fizemos o governo transformador, ético, ousado, corajoso e empreendedor. Um governo baseado no binômio: planejamento e parceria. Planejamento porque sabemos que é um passo após o outro, e parceria com o governo federal, com os governos municipais, inclusive com prefeituras que não nos apoiam, com a sociedade civil, com os empresários. E conseguimos em razão disso um grande reconhecimento”, afirmou.

Durante o debate, Anastasia pediu aos eleitores mineiros que analisem bem as propostas de todos os candidatos antes da eleição, no dia 3 de outubro. Ele destacou a importância dos mineiros saberem que, verdadeiramente, tem condições de conduzir Minas Gerais no caminho dos avanços sociais e da boa gestão dos recursos públicos. Anastasia tem comparecido a todos os debates promovidos pelas emissoras de TV e universidades por acreditar que a discussão de ideias é fundamental para o eleitor conhecer suas propostas. “Peço a atenção de cada eleitor, porque é muito fácil falar. Fazer já não é tão fácil. Temos autoridade moral de quem realizou muito por Minas Gerais. Volto a dizer: ainda há muito a fazer. Sou candidato para continuar fazendo, avançando. Peço de maneira muito carinhosa e verdadeira o voto, mas mais do que o voto, eu ouso pedir a convicção, confirmando que o nosso nome é aquele que tem condições de levar Minas Gerais a um novo patamar. A um patamar de desenvolvimento, de inclusão social e de progresso e de prosperidade”, afirmou o governador.

Revitalização do Rio São Francisco
O governador Antonio Anastasia citou o Rio São Francisco para demonstrar a diferença do projeto de sua coligação em relação a outros candidatos. Ele lembrou que, enquanto o governo federal priorizou o projeto de transposição das águas do Velho Chico, o Estado, nos governos de Aécio e Anastasia, investiu R$ 1,4 bilhão na revitalização do trecho mineiro da Bacia do São Francisco e de seu principal afluente, o Rio das Velhas. Este valor é superior a previsão de gasto do governo federal para toda a extensão do rio, de sua nascente à sua foz.

“Investimos na revitalização do Rio das Velhas, a qualidade da água já melhorou muito, os peixes voltaram e temos certeza que vamos avançar bastante. A chamada Meta 2010 foi cumprida e, agora, estamos propondo em nosso Plano de Governo, a Meta 2014 para melhorarmos ainda mais a qualidade das águas próximo à Região Metropolitana de Belo Horizonte. O São Francisco, em sua bacia, é uma das grandes riquezas de Minas Gerais e do Brasil. Devemos tomar muito cuidado e muita atenção. E nós mineiros temos a responsabilidade e o dever de tomar conta dele e defendê-lo”, disse Antonio Anastasia.
 
Empregos
O governador aproveitou o debate para apresentar alguns dos 365 compromissos de seu Plano de Governo para os próximos quatro anos. Antonio Anastasia afirmou que pretende desenvolver programas e ações para fomentar a criação de empregos em Minas Gerais. Para ele, o emprego de qualidade é o melhor caminho para o Estado manter os seus indicadores sociais e econômicos acima da média nacional.

“Eu quero ser reconhecido como governador que cria empregos. Porque o emprego, na verdade, está na base do desenvolvimento social e econômico. Temos que nos esforçar muito para gerar empregos de qualidade em Minas. O poder público tem a obrigação de criar a infraestrutura necessária, ter a educação, as estradas, os incentivos de créditos, de tributos para chamar novas empresas para Minas Gerais. Isso tudo gerando empregos, empregos de qualidade. Com bons empregos, tenho certeza, Minas avançará ainda mais”, disse o governador.
 
Descentralização da Saúde
Antonio Anastasia lembrou que o Governo de Minas obteve importantes avanços no campo da saúde, a partir da descentralização do atendimento, que incluíram por meio do ProHosp a construção e investimentos na aquisição de equipamentos para 128 hospitais regionais do Estado. Além disso, foram construídas 1.600 Unidades Básicas da Saúde e o Estado tem atualmente o maior número de equipes do Programa Saúde da Família (PSF). O governador afirmou que o grande esforço do seu Plano de Governo é aproximar, cada vez mais, a população aos serviços de saúde, com a construção de hospitais regionais que ofereçam atendimento de média e alta complexidade. 

“Nos últimos oito anos, sob o ponto de vista objetivo, esta política representou uma melhora dos indicadores, como a mortalidade infantil que caiu em Minas 22%. Na esfera estadual, o nosso grande esforço será levar cada vez mais a saúde para mais perto das pessoas. Por isso, vamos investir na construção de hospitais regionais, como o de Uberlândia, que está praticamente concluído, e realizar diversas parcerias com as prefeituras para termos as melhores condições”, afirmou o governador.

Antonio Anastasia afirmou ainda que o Estado priorizará ações de prevenção à saúde, por meio de programas específicos, como o Viva Vida, que garante atendimento às mulheres durante a gestação, e o Farmácia de Minas, que fornece remédios gratuitamente à população.

“Temos que ter uma atividade também preventiva, através, por exemplo, do Viva Vida, que se refere às gestantes. No projeto relativo à Farmácia de Minas,  aumentamos a produção de remédios gratuitos de 300 milhões de unidades para 1 bilhão de unidades. Tudo isso significa uma melhora, mas sou o primeiro a reconhecer a necessidade de avançarmos mais através dessa descentralização e trazer a saúde cada vez mais próximo das pessoas”, disse Antonio Anastasia
 
Educação
Para o governador, a política de valorização do profissional da educação foi fundamental para que o Estado obtivesse o primeiro lugar no Brasil, pelo Índice de Educação Básica (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação. Ele também apresentou o programa Professor da Família, que está previsto em seu Plano de Governo.

“A educação mineira é de excelência. Conseguimos o primeiro lugar no Brasil na educação básica e o terceiro no ensino médio. As Olimpíadas de Matemática, os nossos alunos ganham todas. Vou continuar valorizando firme a educação porque sou o primeiro a reconhecer a sua importância, recuperando as escolas, investindo em novas metodologias de ensino, criando o programa Professor da Família que vai ajudar aqueles alunos que estão em situação pior. Então, isso é fundamental, investir na educação e, também, é claro, nos professores e em toda rede pública de ensino”, disse o governador.
 
Valorização dos servidores
Anastasia lembrou das conquistas históricas dos servidores públicos nos últimos anos do Governo do Estado. Ele ressaltou que a valorização do funcionalismo, em especial da educação, continuará sendo prioridade no seu segundo governo, caso reeleito.      

“A questão dos servidores é uma prioridade absoluta em qualquer governo e do meu governo em especial, até porque eu sou servidor público de carreira do Estado, professor e filho de professora do Estado de Minas Gerais. Em primeiro lugar, vamos lembrar também que no início do nosso governo, depois de 20 anos, nós conseguimos colocar o pagamento em dia, conseguimos pagar o 13º em dia, criamos o adicional de produtividade, que é um 14º salário; criamos os planos de carreira, pagamos as verbas retidas, colocamos a casa em ordem. E os funcionários são testemunhas do que havia no passado e do que existe hoje”, disse Anastasia. E completou: “sempre digo, conceder o reajuste é excelente, mas temos também de ter condições de pagar o reajuste e não voltar ao passado, com atraso do pagamento, o não pagamento do décimo terceiro. Eu sou o aliado número um da educação, por ser professor e ter grande amor pelo tema”.

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: