Governador Anastasia anuncia oficialmente descoberta de gás na Bacia do São Francisco

Governador Antonio Anastasia diz que descoberta do gás natural representa nova fronteira econômica para o Estado. Foto Imprensa/MG

“Há gás em Minas Gerais”. Com esta declaração, o governador Antonio Anastasia confirmou oficialmente nesta quinta-feira, dia 2, a descoberta de gás natural, que ocorreu no último dia 27 de agosto, após a perfuração de um poço no município de Morada Nova de Minas, que está inserido na Bacia do São Francisco. De acordo com o governador, os resultados das primeiras explorações apontam para a abertura de uma nova fronteira econômica para o Estado e decorrem de um esforço empreendido pelo ex-governador Aécio Neves, para que a exploração de gás no São Francisco ocorresse depois de décadas de estudos iniciados na área.

“Há gás natural em Minas Gerais. Nós descobrimos uma nova fronteira econômica para o Estado. Há alguns anos, o governador Aécio Neves se empenhou muito para nós termos uma associação de exploração na Bacia do São Francisco, que foi estudada durante muitos anos”, afirmou Antonio Anastasia, destacando o esforço do governo de Minas, para que a Agência Nacional de Petróleo (ANP) realizasse, em 2005, os leilões de concessão nestas áreas.
O poço foi perfurado em Morada Nova de Minas, município localizado a 280 quilômetros de Belo Horizonte. A perfuração foi iniciada no último dia 22 de julho e atingirá, em um prazo de 60 dias, a profundidade de 2.500 metros. A descoberta dos primeiros indícios da existência de gás natural ocorreu no último dia 27, a uma profundidade de 1.440 metros com queima de gás natural na superfície em teste de formação.
 
Redenção Econômica
Para o governador Antonio Anastasia, a boa notícia é que o Estado poderá contar com as receitas provenientes dos royalties da exploração do gás, que são semelhantes aos do petróleo. As perspectivas a partir da descoberta são de uma mudança da estrutura econômica de Minas Gerais, que poderá vender o produto de outros estados. Além disso, a rede de gasodutos poderá ser ampliada, permitindo uma industrialização ainda mais rápida.

“Esta notícia é extraordinária, porque significa uma redenção econômica, não só para aquela região, como também para todo o Estado. Já que não temos petróleo em Minas, passamos a ter gás, o que será certamente suficiente para o nosso abastecimento, inclusive para outros estados, o que vai facilitar a nossa rede de gasoduto e permitir uma industrialização ainda mais rápida”, disse o governador. A descoberta de gás na cidade já foi comunicada oficialmente, conforme determina a legislação, à ANP. Esta é a primeira descoberta de hidrocarbonetos, gás natural, na Bacia do São Francisco. 

Antonio Anastasia reiterou que as descobertas foram possíveis graças à participação da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig). A companhia é uma das sócias, com 49% de participação, do consórcio Cebasf, responsável pelo Bloco SF-T-132, onde foi efetuada a descoberta. O grupo reúne também a Orteng Equipamentos e Sistemas (30% de participação), a Delp (11%) e Imetame (10%). O bloco foi arrematado na sétima rodada de licitação da ANP e o contrato foi assinado em janeiro de 2006. A Codemig participa também de mais quatro blocos na Bacia do São Francisco, sendo que dois deles são vizinhos aos de Morada Nova de Minas. O consórcio empreendedor investiu R$ 10 milhões em pesquisas e deverá aplicar outros R$ 11 milhões na perfuração.

“Alguns geólogos indicavam, desde a década de 60 ou 70 que essas áreas deveriam ter gás, mas nenhum governo teve a iniciativa, como o governador Aécio e o governador Anastasia, de correr atrás disso. É muito importante lembrar que a indução para a realização dos leilões de concessão dessas áreas partiu do Governo de Minas. Foi uma ação planejada há seis anos, voltada para o desenvolvimento econômico dessa região tão carente do Estado e que será uma nova fronteira econômica”, afirmou o presidente da Codemig, Oswaldo Borges da Costa.

“Essa descoberta vai ser mais um atrativo para que o Governo do Estado possa atrair diversos setores da indústria petroquímica, siderúrgica e de outros setores que têm o gás na sua matriz energética como insumo muito importante”, avaliou o presidente da Orteng Equipamentos e Sistemas, Robson Andrade
 
Novas explorações
A Codemig participou também em consórcio, ao lado da Cemig e parceiros privados, da 10ª Rodada de Licitação da ANP, realizada em dezembro de 2008,  para exploração de gás natural em outras regiões da Bacia do São Francisco. As duas estatais mineiras arremataram com parceiros privados os Blocos 104, 114, 120 e 127. As pesquisas de prospecção já foram iniciadas em julho deste ano e terão um prazo para conclusão até julho de 2013.
 
 
Veja onde estão localizados os outros blocos:
 104

Campos Altos, São João do Pacuí, Ponto Chique, Coração de Jesus, Ibiaí, Buritizeiro, Lagoa dos Patos e São João da Lagoa.
 114
Lagoa dos Patos, Buritizeiro, Pirapora, Jequitaí, São João da Lagoa e Várzea da Palma.
 120
Buritizeiro, São Gonçalo do Abaeté, Três Marias, Lassance, Várzea da Palma e João Pinheiro.
 127
São Gonçalo do Abaeté, Três Marias, Morada Nova de Minas e Lassance
 132
Tiros, Biquinhas, Carmo do Paranaíba, Patos de Minas, Morada  Nova de Minas, Paineiras, Abaeté, Varjão de Minas e Cedro do Abaeté.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: