Anastasia recebe apoio de mais 337 sindicatos e federações de trabalhadores de Minas

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, recebeu nesta sexta-feira, dia 20, o apoio de 337 sindicatos e federações patronais e de trabalhadores vinculadas à União Geral dos Trabalhadores (UGT). As instituições que formam o Comitê Sindical Pró-Anastasia representam cerca de 5 milhões de trabalhadores mineiros de diversos setores da economia, como comerciantes, ferroviários e bancários, entre outros. Na quinta-feira, 217 sindicatos e federações vinculados à Força Sindical, com cerca de 1,5 milhão de trabalhadores, também declararam apoio à reeleição do governador.

Antonio Anastasia agradeceu as manifestações públicas de apoio da classe trabalhadora e afirmou que, reeleito, quer ficar conhecido como o governador dos trabalhadores.  O encontro contou ainda com a presença do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, do candidato a vice-governador, deputado Alberto Pinto Coelho, além de cerca de 400 pessoas, entre trabalhadores, sindicalistas e patrões.

“Quero ser reconhecido como o governador que cria empregos, dando sequência ao que fez Aécio Neves, porque não há nada melhor para o trabalhador do que o emprego de qualidade. Com um bom emprego, o chefe de família, a mãe de família, leva educação e saúde à sua família, melhora a segurança, tudo melhora”, afirmou o governador.
 
Mais empregos
Antonio Anastasia lembrou o esforço do Governo do Estado para atrair novas empresas para o Estado e criar novos postos de trabalho. Minas Gerais registrou a criação de mais 245,9 mil novos postos de trabalho de janeiro a junho deste ano, de acordo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Isso representa aumento de 7% no número de empregos, superior à média nacional (5%).“Nossa preocupação hoje e do nosso futuro governo é com a questão dos empregos. A obsessão por empregos é algo que nos une muito e por isso esse trabalho em conjunto com as centrais sindicais”, disse o governador. 

Antonio Anastasia afirmou, ainda, que as medidas de proteção da indústria mineira adotadas desde o final do ano passado, já surtiram efeito na economia mineira. Entre os estímulos, o governador citou o Programa de Educação Profissionalizante (PEP), direcionado a alunos do ensino médio e a jovens que já concluíram o curso e que desejam voltar à sala de aula para aprender uma profissão. O PEP já recebeu cerca de R$ 108 milhões e até o final deste ano receberá mais R$ 130 milhões em recursos do Estado.

“O PIB mineiro está crescendo mais que a média nacional e estamos tendo mais investimentos em Minas do que nos outros estados, o que comprova o acerto da nossa política econômica, mas é claro que sempre estaremos estudando estímulos específicos para atrair bons empregos e boas empresas para Minas. Temos o PEP com mais de 120 mil jovens atendidos e queremos ampliá-lo para 400 mil”, destacou.
 
Manutenção da seriedadeNo manifesto, as entidades defendem a garantia do governo sério implantado em Minas na gestão Aécio/Anastasia. O presidente do Sindicado dos Empregados do Comércio, José Alves Paixão, destacou os avanços que beneficiaram o funcionalismo público do Estado nos últimos anos. “O Governo de Minas colocou o salário do funcionalismo em dia, pagando o 13º salário, trabalhando para os trabalhadores”, afirmou.

Para o presidente da Nova Central Sindical de Minas Gerais, que reúne mais de 1,8 milhão de trabalhadores, Antonio Miranda, graças ao Governo Aécio/Anastasia, Minas recuperou sua importância no cenário nacional. “Minas é um estado importante da Federação e ficou relegada, excluída do processo majoritário. E o Aécio, junto com Anastasia, voltou com o desenvolvimento, o crescimento. Colocou o Estado novamente nos trilhos”, disse.
 
Minas é referência em gestão
O diretor administrativo das lojas maçônicas do Grande Oriente de Minas, José Augusto Machado, relembrou que o modelo de gestão aplicado em Minas hoje serve de exemplo para outros Estados do Brasil e é reconhecido inclusive no exterior. “O Choque de Gestão foi muito importante na consolidação do Estado, não só na parte financeira, como na distribuição de outras ações sociais”, disse.

Desde o início da campanha, o governador já recebeu o apoio de importantes segmentos da sociedade civil. Entre eles, sindicatos e cooperativas de táxi, ambientalistas, artistas, presidentes e dirigentes das torcidas do Atlético, Cruzeiro, América e Ipatinga, entidades de atendimento a dependentes químicos, Movimento das Donas de Casa e Consumidores, movimentos femininos, movimentos da juventude, além de prefeitos e lideranças municipais de todo o Estado, formando uma grande rede de apoio à reeleição do governador.

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: