Líder do PSDB na Câmara vai propor uma minirreforma eleitoral após as eleições

O líder do PSDB na Câmara, deputado João Almeida (BA), disse nesta terça-feira, dia 10, em Belo Horizonte, que vai propor uma minirreforma eleitoral ainda este ano, assim que as eleições se encerrarem. “Estou em meu quinto mandado e já se tentou votar uma reforma eleitoral em diversos períodos: no início da legislatura, no meio e antes das eleições. Nunca obtivemos sucesso. Agora vamos tentar logo depois do pleito, enquanto a campanha ainda está fresca na memória dos parlamentares e uma nova eleição distante”, informou.

A reforma seria, sobretudo, no sistema eleitoral, “para adotar ou o sistema de lista pré-ordenada ou distritão, que é outra proposta que gira no Congresso Nacional. Vamos ver qual das duas terá maior aceitação para fazermos tramitar. Além disto, queremos reintroduzir a cláusula de desempenho, que é fundamental para organizar o sistema partidário. Ou seja, enxugar o sistema partidário para evitar essa organização partidária em que vivemos. Ela é muito ruim para governar, mas durante a eleição, então, é um transtorno muito grande”, adiantou.

O líder dos tucanos na Câmara dos Deputados veio a Minas Gerais para conversar com o ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado pela Coligação Somos Minas Gerais. “Venho como líder do PSDB e o assunto é basicamente sobre o partido, que estamos estimando um crescimento de 15 a 20% em sua bancada. O Aécio poderá nos ajudar nisto. É um líder partidário importante e não se limita a Minas Gerais. Tem muita influência e força nos estados”, disse João Almeida. O PSDB possui hoje 59 deputados federais.

Sobre a campanha do candidato à presidência José Serra, João Almeida disse apoiar a estratégia que prioriza Minas Gerais. “A importância do estado é incontestável. E não só eleitoral”, ressaltou. Ele acredita que a campanha começará de fato após o início do horário eleitoral no rádio e TV. “Até agora, a campanha está diferente, mais fria”, afirmou. Em sua opinião, dois fatores contribuem para isto: a falta de clareza sobre o que é ou não permitido e o alto custo da campanha eleitoral.

Concorda com ele o presidente do PSDB de Minas Gerais, deputado federal Narcio Rodrigues, que esteve acompanhando João Almeida durante sua visita a Belo Horizonte. “A frieza do eleitor pode ser um bom sinal, de que está mais criterioso. Mas o Congresso está devendo a votação das reformas política e eleitoral”, afirmou Narcio.

Anúncios

Tags: , , , , , ,

Uma resposta to “Líder do PSDB na Câmara vai propor uma minirreforma eleitoral após as eleições”

  1. Isaac Almeida Says:

    Estamos bem em Minas uma coligação muito forte, tenho certeza que
    alcançaremos o ápice no dia 3 de outubro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: