Governador Anastasia destaca importância do setor elétrico e eletrônico em Minas Gerais

Antonio Anastasia participou da solenidade de abertura da 13ª Feria Internacional da Indústria Elétrica e Eletrônica. Foto Rodrigo Lima/Nitro

O governador Antonio Anastasia participou nesta terça-feira, dia 10, da abertura da 13ª Feira Internacional da Indústria Elétrica e Eletrônica – Minas Gerais (FIIEE-Minas), onde destacou a importância desse setor para a economia do Estado. Realizada em parceria com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) e o Sindicato da Indústria Elétrica e Eletrônica de Minas Gerais (Sinaees-MG), com apoio da Federação das Indústrias do Estado (Fiemg), a feira conta com 220 expositores em uma área de 11.200 metros quadrados no Expominas, em Belo Horizonte.

“Ficamos muito satisfeitos porque é uma prova da robustez da indústria mineira, especialmente desse segmento muito importante da indústria elétrica e eletrônica, onde Minas tem muita tradição. Ficamos muito orgulhosos de sediar esse evento e espero que tenhamos aqui bons negócios”, afirmou o governador.

A feira ocorre em um ano em que a expectativa de faturamento do setor é de R$ 125,6 bilhões, o que representa um crescimento de 12% em relação ao ano passado. Minas Gerais participa com 6,5% do faturamento total do setor no país.

Promovida a cada dois anos em Minas, a FIIEE-MG é direcionada aos setores de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, equipamentos industriais, equipamentos para áreas classificadas, componentes elétricos e eletrônicos, entre outros.

“Minas foi escolhida para sediar o evento por ser um Estado que tem uma produção dentro do setor elétrico muito importante. Nada mais natural do que uma feira desse porte, pela representatividade industrial do Estado, principalmente por ter uma empresa de energia elétrica no padrão da Cemig”, considerou Humberto Barbato, presidente da Abinee.

Investimentos
O presidente em exercício da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e ex-presidente da Fiemg, Robson Braga de Andrade, ressaltou a parceria entre das empresas privadas com o Estado, para o desenvolvimento do setor.

“Minas Gerais tem vocação para o setor elétrico e eletrônico, com indústrias importantes, que desenvolvem tecnologia. Tenho destacado a parceria realizada em Minas Gerais, entre o setor público e o setor privado, que trouxe benefícios para todos. Ao atender as demandas e as necessidades do setor privado, o Governo de Minas Gerais fez com que o Estado se desenvolvesse e gerasse empregos”, afirmou.

O Estado de Minas Gerais recebeu investimentos da ordem de R$ 25 bilhões por parte de empresas privadas e públicas, nos setores de energia, eletroeletrônico e elétrico, entre 2003 e 2010. Os números colocam o Estado como um dos mais importantes para o setor no país. Somente a Cemig investiu R$ 3,6 bilhões, no ano passado, incluindo aquisições nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: