Archive for agosto \31\UTC 2010

População de Unaí e Paracatu sai às ruas para receber Anastasia, Aécio e Itamar

agosto 31, 2010

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, o ex-governador Aécio Neves e o ex-presidente Itamar Franco, candidatos ao Senado, foram recebidos com muita festa e entusiasmo no Noroeste de Minas, nesta terça-feira, dia 31. Centenas de prefeitos, lideranças políticas, produtores rurais e a população dos municípios de Unaí e Paracatu saíram às ruas para saudar os candidatos.

Durante encontro com produtores do Sindicato Rural de Unaí, Antonio Anastasia afirmou que, reeleito, pretende investir na segurança nas zonas rurais e ampliar a infraestrutura no Noroeste de Minas para facilitar o escoamento da produção agrícola. Entre as ações estão a pavimentação de estradas vicinais, por meio do programa Caminhos de Minas, e o apoio para a implantação de um ramal ferroviário de Unaí até Pirapora, no Norte de Minas.

“Há um compromisso de fazer pelo programa Caminhos de Minas, a pavimentação até Entre Ribeiros. O asfaltamento é uma reivindicação de toda a região. Ao mesmo tempo, melhorar as estradas rurais, as estradas vicinais. Melhorar, naturalmente, os locais para estoques e a telefonia”, disse Anastasia. E completou: “Vamos lutar para trazer a ferrovia que está em Pirapora até Unaí. Vamos escoar a produção de grãos dessa região para o mar e exportar e fazer mais riqueza.”

O ex-governador Aécio Neves afirmou que Antonio Anastasia dará continuidade aos investimentos realizados em seu governo nos municípios do Noroeste de Minas. Ele lembrou que a região é a maior fronteira produtora de grãos de Minas. Em 2009, o município de Unaí foi o líder na produção de soja e feijão em Minas Gerais. A região também é grande produtora de milho, batata e mandioca.

Anastasia dará sequência ao trabalho de valorização dessa região. Essa é a mais importante fronteira produtora de grãos de Minas. A região será extremamente beneficiada com o futuro governo de Anastasia, assim como foi com Itamar e com meu governo”, afirmou o ex-governador.

Segurança no campo e saúdeAntonio Anastasia afirmou também que, reeleito, criará um programa voltado para a segurança rural, com o objetivo de reduzir a criminalidade no campo. O governador destacou que investirá na área social, com a construção de um hospital regional para atender todo o Noroeste de Minas.

“Na parte de segurança, estamos colocando no plano de governo um programa novo de segurança rural, voltado especialmente para as propriedades do campo, que estão sofrendo, em alguns casos, com a criminalidade”, disse o governador.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Unaí, Hélio Machado, apoia a reeleição do governador Anastasia porque quer a continuidade dos investimentos iniciados no Governo Aécio Neves.

“O apoio do produtor rural e de toda a população de Unaí e do Noroeste de Minas é baseado no que o Aécio fez aqui como governador. Valorizou e respeitou todo o Noroeste mineiro, trazendo energia, trazendo asfalto. Não tem uma cidade mineira que não vai ser ligada por asfalto. Isso trouxe muito progresso e muito desenvolvimento para a nossa região”, explicou. 
 
Grande apoio
Ainda em Unaí, Anastasia, Aécio e Itamar participaram de uma carreata com dezenas de carros e mais de 100 motos. Eles seguiram até a avenida Governador Valadares onde caminharam e conversaram com os eleitores. Com faixas, bandeiras e cartazes nas mãos, os moradores de Unaí demonstraram que Antonio Anastasia é o melhor candidato para governar Minas Gerais. 

Antonio Anastasia destacou o apoio recebido no Noroeste do Estado. Ele afirmou que continuará a percorrer todas as regiões de Minas para apresentar suas propostas aos eleitores.

“Ficamos muito entusiasmados com esse crescimento da campanha, os apoios, naturalmente, refletindo nas pesquisas. O otimismo continua, mas sempre com o pé no chão, com muita humildade e com muita realidade. Trabalhando, pedindo voto e, ao mesmo tempo, apresentando ideias e projetos”, disse o governador.
 
Festa em Paracatu
Ao chegar a Paracatu, Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco foram recebidos por 600 pessoas no aeroporto. Uma grande faixa com a frase “Paracatu tem orgulho de vocês” foi colocada no local para homenagear os candidatos.

Anastasia, Aécio e Itamar participaram de uma grande carreata que começou na avenida Olegário Maciel. Em seguida, iniciaram caminhada pela avenida Quintino Vargas, onde foram acompanhados por uma multidão com bandeiras e cartazes. Eles pararam na lanchonete Banana Baiana para tomar café e comer pastel. Cerca de 1.000 pessoas se reuniram na Praça Juquita Vargas para ver de perto os candidatos.O prefeito de João Pinheiro, Sérgio Vaz (PV), fez questão de acompanhar a visita de Anastasia a Paracatu. Ele elogiou o trabalho do Governo de Minas, desenvolvido nos últimos anos, em todas as áreas como infraestrutura, saúde e educação.

“Eu sou um grande testemunho do avanço que Minas Gerais teve por ter trabalhado na saúde, durante esses oito anos. Temos o programa de fortalecimento dos hospitais de Minas Gerais, mas tivemos outros programas também. É pensando no avanço de Minas, na continuidade de um governo, que não poderíamos deixar de apoiar o Anastasia”, disse.
 
Prefeitos destacam parceria
O prefeito de Lagoa Grande, José Francelino Dias (PSDB), destacou os investimentos nas estradas estaduais mineiras que contribuíram para o crescimento dos municípios. Ele afirmou que o Proacesso foi responsável pelas melhorias sociais e de transporte na região. Pelo programa, o Governo do Estado pavimentará, até o final deste ano, todos os 219 rodovias estaduais que ligavam municípios que não contavam com essa infraestrutura em 2003.

“O futuro está aberto, as portas para a prosperidade aberta. Se Anastasia permanecer, e vai permanecer, essas portas estarão cada vez mais abertas, oferecendo para o cidadão aqui do Noroeste, de Lagoa Grande, uma qualidade de vida cada vez melhor”, afirmou.

O prefeito de Dom Bosco, João Paulo da Silva (PSB), afirmou que nos últimos anos a região saiu do esquecimento e foi beneficiada por diversos programas do Governo de Minas. “Hoje, a gente vê nos mineiros, o sorriso e a felicidade dos mineiros. Anastasia merece ser reeleito e acho que é mais do que justo a gente estar com eles nessa caminhada para ajudar nessa campanha”, disse. 

Anúncios

Confira: Clipe Amigo Confia – Celina Borges

agosto 31, 2010

Anastasia defende autonomia dos mineiros para escolha do governador do Estado

agosto 31, 2010

A população de Unaí fez uma calorosa recepção aos candidatos da Coligação Somos Minas Gerais, especialmente para Anastasia. Foto Victor Schwaner

O governador de Minas, Antonio Anastasia, lamentou nesta terça-feira, dia 31, a tentativa de intimidação feita aos eleitores mineiros pelo candidato da coligação PMDB/PT no programa eleitoral gratuito exibido na TV ontem à noite.  O governador ressaltou que num regime federativo, como é o brasileiro, os estados trabalham em defesa das demandas específicas da população de cada região, e não pela submissão a interesses políticos. Anastasia lembrou que a nomeação de governadores pelo governo federal faz parte do passado dos brasileiros, tendo ocorrido apenas sob o regime da ditadura.

“Nós vivemos em uma federação de estados, ou seja, precisamos sempre saber que os estados têm autonomia. Nós não estamos mais naqueles tempos antigos do regime militar, da ditadura, quando os governadores eram nomeados pelo presidente”, disse Anastasia em entrevista concedida na chegada a Unaí, esta tarde, para encontros com a população da região.
 
Os mineiros decidem
Antonio Anastasia destacou que a história de Minas é marcada pelo importante papel de destaque do Estado na vida nacional.  Ele  afirmou que o governador de Minas deve ser eleito pelos mineiros para que possa assumir com autonomia e liberdade a defesa dos interesses do Estado e de sua população. “O governador de Minas tem de defender os interesses de Minas Gerais. Os mineiros decidem e, assim, nós vivemos sempre com muita liberdade e com muita autonomia. Eu acho que há um desconhecimento deles da história de Minas”, afirmou Anastasia.
 
Candidato da intervenção
O ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, também criticou a ameaça feita aos mineiros durante o programa eleitoral adversário. “Os mineiros é que definem o seu destino. O Itamar (Franco) foi um grande exemplo disso, o nosso governo também foi. Minas deve ser altiva, independente e forte, por representar os interesses dos mineiros, até porque muitas vezes os interesses de Minas são contraditórios, são antagônicos aos interesses do governo federal”, afirmou. Aécio reiterou que a própria formação da chapa PMDB e PT é resultado da intervenção federal nas bases políticas em Minas e foi imposta aos eleitores e às lideranças municipais mineiras.

“Antonio Augusto Anastasia é candidato por suas virtudes e por seu trabalho em favor dos mineiros, e não por imposições externas. Não é o candidato da intervenção, é o candidato do coração de cada um dos mineiros. Não deixaremos que Minas se curve, não deixaremos que as imposições prevaleçam em Minas Gerais”, disse Aécio Neves.

“Minas deve ser altiva, independente e forte”, diz Aécio Neves

agosto 31, 2010

Os candidatos da Coligação Somos Minas Gerais, Itamar, Anastasia e Aécio em Unaí, no Noroeste de Minas. Foto Victor Schwaner

O ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, defendeu nesta terça-feira, 31, a autonomia e a independência de Minas frente ao governo federal. Em campanha em Unaí, no Noroeste do Estado, ao lado do governador Antonio Anastasia e do ex-presidente Itamar Franco, Aécio classificou como ultrapassada a tentativa de intimidação feita pela chapa adversária, que defendeu o atrelamento do governador de Minas ao governo federal.

Aécio Neves afirmou que o governador de Minas deve representar os mineiros e exclusivamente a eles deve prestar contas, e não aceitar imposições ou intervenções nacionais, como ocorreu na escolha da chapa do PMDB-PT nessas eleições.

“Isso me faz lembrar aqueles que defendiam o discurso do regime autoritário, que diziam que o Governo do Estado tem de estar atrelado ao governo federal. O Governo do Estado não precisa estar atrelado ao governo federal. Minas deve ser altiva, independente e forte, por representar os interesses dos mineiros. Me surpreendeu muito a fala do candidato que busca com seu discurso fazer com que Minas retorne aos tempos da imposição, quando o governo federal indicava os nossos governantes. Os governantes de Minas são indicados pela população de Minas e apenas à população de Minas Gerais esse governante deve satisfação”, afirmou.
 
Indicadores mineiros são melhores no país
Aécio Neves lembrou que nem sempre os interesses do governo federal coincidem com os interesses do Estado. O ex-governador destacou, como exemplo, a atual concentração de recursos em poder da União que, contrariando os interesses dos estados brasileiros, dificulta que os recursos arrecadados sejam investidos diretamente em favor da população nos municípios. “Muitas vezes temos de disputar uma distribuição maior de recursos para investimentos em nossas regiões, enquanto o governo federal vai no caminho da concentração dos recursos”, afirmou Aécio Neves.

O ex-governador afirmou que o salto de desenvolvimento ocorrido em Minas nos últimos anos é clara demonstração da autonomia e da capacidade do Estado. A economia mineira foi a que mais cresceu e gerou mais empregos no país. Na área social, o Estado antecipará em três anos a meta nacional de erradicação da pobreza e, segundo o próprio Ministério da Educação (MEC), as escolas públicas mineiras são as melhores do país.

“Minas hoje vai muito bem. Minas cresce mais do que o Brasil. Enquanto o Brasil cresceu 9% na sua economia no primeiro trimestre, Minas cresceu 12,2%. Dos empregos com carteira assinada criados no Brasil, 20% estão em Minas Gerais. Temos o melhor ensino fundamental do Brasil e nenhum outro estado atrai tantos novos investimentos quanto Minas Gerais. Queremos continuar avançando ou vamos retroceder a tempos dos quais não temos muitas boas lembranças?”, disse o ex-governador.

Ouça entrevista http://www.psdb-mg.org.br/midias/download/id/1956

Presidente do PSDB aponta contradição de candidato do PMDB em críticas a convênios

agosto 31, 2010

Deputado Narcio Rodrigues: "Hélio Costa também deveria criticar Lula por manter inalterada assinatura de convênios durante período eleitoral"

O presidente estadual do PSDB e um dos coordenadores da coligação “Somos Minas Gerais”, deputado Narcio Rodrigues, classificou nesta terça-feira, dia 31, como artificiais e contraditórias as críticas feitas pelos candidatos do PMDB à assinatura de convênios entre o Governo de Minas e municípios do Estado. Segundo ele, as críticas servem apenas como ataques gratuitos ao governador Antonio Anastasia, que assumiu a liderança na disputa pela sucessão do Governo de Minas. Prova disso é que o Governo Federal mantém inalterada a rotina de assinatura de convênios com prefeituras e estados no País mesmo no período eleitoral.

“A campanha do candidato do PMDB continua insistindo em criar factóides políticos. Agora, no desespero de tentar reverter a perda de apoio à sua candidatura, decidiu adotar uma postura totalmente contraditória. Em Minas, atacam os convênios absolutamente regulares realizados pelo Governo do Estado e as prefeituras, mas escondem dos eleitores que o Governo Federal, do qual ele e seu vice foram ministros, continua assinando convênios com municípios em todo país. Ou eles assumiram uma postura falsa com o claro objetivo de confundir os eleitores mineiros ou devem dirigir as mesmas graves acusações que têm feito ao governador de Minas também ao presidente Lula”, disse o coordenador da coligação que apóia Anastasia.

Por determinação do governador Antonio Anastasia, as secretarias e órgãos estaduais suspenderam em 3 de julho a assinatura de quaisquer convênios com prefeituras mineiras, respeitando o prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral que veda a transferência de recursos públicos nos três meses que antecedem à data das eleições. Já o Governo Federal suspendeu o repasse dos recursos, mas continua firmando convênios entre a União, estados e municípios brasileiros.

“Em Minas os prazos e procedimentos determinados pela legislação eleitoral foram integralmente cumpridos por orientação expressa do governador. O amplo apoio à reeleição de Anastasia pelos prefeitos mineiros, inclusive do PT e do PMDB, não se deve à velha política do favorecimento. É exatamente o contrário. Os prefeitos apóiam Anastasia porque ele manteve, ao lado de Aécio Neves, uma prática transparente e correta, sem apadrinhados, em favor dos mineiros”, disse Narcio.
 
Convênio federais
A realização de novos convênios por parte do Governo Federal continuam ocorrendo normalmente em todo o País. No último dia 26, por meio do Ministério da Integração Nacional, a União repassou R$ 200 milhões ao Estado de Alagoas para obras de reconstrução de infraestrutura. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.

Já no dia 18, também no período eleitoral, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou empréstimo de R$ 3,7 bilhões do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para melhorar o perfil de endividamento da Companhia Energética de Goiás (Celg). A medida foi noticiada por diversos veículos de imprensa à época.
A Prefeitura de Registro, em São Paulo, também foi beneficiada por convênios com o Governo Federal durante o período eleitoral. No dia 20, foram autorizados recursos para a construção de 380 casas pelo Programa “Mina Casa, Minha vida”.
 
Prazo limite
Assim como o Governo do Estado de Minas Gerais, o Governo Federal também cumpriu a Lei Eleitoral ao estabelecer o dia 3 de julho como limite para a liberação de recursos por meio de convênios. Nos dias 1º e 2 de julho, segundo apuração do jornal Correio Braziliense, os ministérios do Turismo. Cidades, Esporte e Saúde depositaram nas contas de prefeituras municipais R$ 166 milhões para obras de abastecimento de água, esgotamento sanitário, quadras esportivas, pavimentação de ruas. A base de dados foi baixada do Siafi (sistema informatizado que registra os gastos do governo) pela ONG Contas Abertas.

A Prefeitura de Ribeirão Preto também foi uma das últimas a ter convênios aprovados pelo Governo Federal antes do limite da Lei Eleitoral. No dia 30 de junho, o Ministério da Agricultura aprovou investimentos de R$ 2,4 milhões no Parque Permanente de Exposições da cidade.

Itamar Franco e Alberto Pinto Coelho recebem homenagem em Uberlândia

agosto 31, 2010

 

Em Uberlândia, foram homenageadas 23 personalidades, das quais 21 indicadas pelos vereadores e 2 pelo prefeito Odelmo Leão. Foto Leandro Couri

O ex-presidente Itamar Franco e o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Alberto Pinto Coelho, foram homenageados, nesta terça-feira, dia 31, na Câmara Municipal de Uberlândia, com a Comenda Augusto César. A condecoração, a mais importante do município, é entregue anualmente no dia do aniversário do município, que completa 122 anos.Foram homenageadas 23 personalidades, das quais 21 indicadas pelos vereadores e duas pelo prefeito Odelmo Leão. Também foi condecorado o desembargador Sérgio Antônio de Resende, ex-presidente da TJMG.

Ao receber a comenda, Itamar Franco, candidato ao Senado pela coligação Somos Minas Gerais, agradeceu a homenagem e disse estar “muito feliz” com o carinho recebido das autoridades e da população de Uberlândia e do Triângulo Mineiro. Segundo o prefeito Odelmo Leão, Itamar deixou uma grande contribuição para o país ao criar o Plano Real, que estabilizou a moeda e acabou com a inflação. “O presidente Itamar tem muito a fazer pelo país”, afirmou.

Itamar Franco defende Senado independente

agosto 31, 2010

Itamar Franco, candidato ao Senado pela Coligação Somos Minas Gerais

O candidato ao Senado pela coligação “Somos Minas Gerais”, Itamar Franco, defende a independência dos senadores em relação ao Poder Executivo. Ontem, em seu twitter, Itamar afirmou que a primeira atribuição constitucional de um senador é julgar o presidente da República. “A primeira atribuição constitucional de um senador é julgar o presidente da República”. E perguntou: “Como pode um candidato anunciar-se senador do presidente?”

No entendimento de Itamar Franco, que já foi senador por 16 anos, em dois mandatos, o parlamentar deve preservar sua isenção, em vez de dizer que será um representante do presidente da República. Um dos motivos que teriam levado ao enfraquecimento do Poder Legislativo, segundo o ex-presidente da República, foi o atrelamento do Congresso ao Governo Federal. “Precisamos resgatar a independência dos Poderes”, afirma.

Ao longo dos dois mandatos como senador, Itamar sempre atuou no campo da oposição, eleito pelo antigo MDB. “Éramos minoria, mas sempre procuramos estudar e nos preparar, como recomendava o saudoso Franco Montoro”, afirma o ex-presidente da República.

Itamar acredita que o senador deve defender os interesses do seu Estado de origem na Câmara Alta. “Outra atribuição, além de julgar o presidente, é estudar o endividamento dos estados e municípios. Dessa forma, ele pode atuar em prol do Estado e dos prefeitos, que é o que Aécio e eu pretendemos fazer caso eleitos”, diz o ex-presidente.

Pacto Federativo

Uma das frentes de trabalho em que pretende atuar é a defesa do pacto federativo. Segundo ele, a União arrecada muito e transfere pouco para os outros entes federativos. “Precisamos efetivar uma distribuição mais justa dos recursos, de tal forma que as cidades que dependem do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) tenham como sobreviver”, disse o candidato.

Itamar também pretende lutar pela elevação da alíquota da Cfem, o royaltie do minério, hoje da ordem de 1,6%. “É um absurdo que cidades como Congonhas e Conselheiro Lafaiete, por exemplo, tenham seu subsolo explorado à exaustão e, depois, não recebam uma compensação à altura”.

Itamar Franco disse ainda não compreender o questionamento que está se fazendo sobre as pesquisas divulgadas na última semana. Segundo o Ibope, o governador Antonio Anastasia ultrapassou seu adversário e lidera a disputa para o Governo de Minas. “A candidatura do adversário foi definida com base em pesquisas. Agora, querem desqualificar as mesmas pesquisas?”, perguntou.

Segundo ele, pesquisa é um retrato do momento e deve ser relativizada. “Temos que arregaçar as mangas e trabalhar muito para sermos aprovados na verdadeira pesquisa, que é a das urnas”, diz.

Aécio Neves – Propaganda Eleitoral Gratuita – 30/08/2010 – Noite

agosto 31, 2010

Antonio Anastasia – Propaganda Eleitoral Gratuita – 30/08/2010 – Noite

agosto 31, 2010

Prefeitos do Sul de Minas vão intensificar campanha para ampliar crescimento de Anastasia

agosto 30, 2010

Antonio Anastasia, Aécio Neves e José Serra participaram de carreata e caminhada em Itajubá. Foto Marcus Desimoni/Nitro

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, e os ex-governadores Aécio Neves, candidato ao Senado, e José Serra, candidato à Presidência, receberam, nesta segunda-feira, dia 30, o apoio de moradores, prefeitos e lideranças políticas do Sul de Minas, durante visita às cidades de Varginha e Itajubá. Nos últimos dias, a forma como Anastasia vem governando o Estado tem sido elogiada e defendida até por prefeitos do PMDB, PT e PRB, partidos que estão ligados à candidatura de oposição aos governos Aécio/Anastasia.

No Sul de Minas, vários prefeitos da região destacaram o crescimento da candidatura do governador na pesquisa Ibope, divulgada na última semana e que mostra Antonio Anastasia na liderança das intenções de voto no Estado com 35% da preferência dos eleitores. Já o seu principal adversário, Hélio Calixto Costa, do PMDB, caiu cinco pontos em menos de uma semana e ficou com 33%.

“A virada já era esperada porque a gente sabia que assim que o horário político começasse no rádio e na TV, o desconhecimento do governador Antonio Anastasia diminuiria. Antonio Anastasia é a pessoa mais capaz para administrar o nosso Estado. Sem dúvida, tenho certeza que essa diferença tende a aumentar e o professor Anastasia será o próximo governador de Minas em 2011”, afirmou o prefeito de Três Corações, Fausto Ximenes (PSDB), em Varginha.

O presidente da Associação Microrregional do Baixo Sapucaí e prefeito de Santana da Vargem, Argemiro Galvão (PDT), afirmou que trabalhará em seu município para que Antonio Anastasia vença as eleições no primeiro turno.
“Estamos propondo agora o crescimento para que possamos ter a vitória no primeiro turno. É importante porque sabemos da sua administração, do seguimento que ele tem junto ao Aécio Neves e da sua seriedade, seu  comprometimento com Minas Gerais. Sabemos de tudo o que ele fez, de tudo que ele proporcionou e de tudo que ele vai proporcionar ainda”, disse.
 
“Hora de arregaçar as mangas”
O governador Antonio Anastasia destacou que encara o seu crescimento nas pesquisas com muita humildade. Para ele, o resultado o estimula a continuar levando a todos os mineiros a melhor proposta para conduzir o futuro de Minas. “É hora de arregaçar as mangas e bater de porta em porta, de rua em rua, de bairro em bairro. Precisamos do apoio de todos”, afirmou Anastasia, em Itajubá.

Em um breve discurso, o ex-governador Aécio Neves destacou a liderança de Antonio Anastasia confirmada pelo Ibope.  “Em Minas Gerais, o Anastasia já virou, mas ainda é hora de trabalhar para ganhar as eleições”, disse Aécio Neves, seguido de muitos aplausos dos eleitores.
 
Verdadeiro candidato mineiro
O prefeito de Muzambinho, Sergio Paolielo (PSDB), destacou que os mineiros sabem escolher o melhor candidato para governar Minas Gerais. Segundo ele, os resultados das pesquisas também refletem a percepção do eleitorado de que a aliança em torno de Antonio Anastasia é a que atende os interesses de Minas Gerais. “O mineiro é muito desconfiado e está mostrando isso com essa virada. Na hora certa, ele sabe em quem votar. O verdadeiro candidato dos mineiros é o professor Antonio Anastasia e temos tranqüilidade que isso iria acontecer. A tendência agora é subir mais nas pesquisas”, afirmou o prefeito de Muzambinho.
 
Varginha
Antonio Anastasia, Aécio Neves e José Serra iniciaram a visita ao Sul de Minas por Varginha. Eles chegaram à cidade no início da tarde e foram recebidos no aeroporto por centenas de lideranças políticas.  Em seguida, participaram de carreata a partir da Praça Getúlio Vargas. Durante todo o trajeto, os candidatos foram saudados por eleitores que acenavam e tiravam fotos. No calçadão da rua Wenceslau Braz, no Centro da cidade, os candidatos fizeram caminhada com os eleitores. Uma grande multidão acompanhou Anastasia, Aécio e Serra. Os candidatos cumprimentaram os eleitores e entraram em lojas e lanchonetes.

O presidente da Câmara Municipal de Varginha, vereador Leonardo Ciacci (PP), afirmou que a população de Varginha vai demonstrar nas urnas o reconhecimento aos avanços sociais e econômicos promovidos por Aécio e Anastasia no Sul de Minas.

“A população de Varginha vem demonstrando total apoio à candidatura de Antonio Anastasia. Tendo em vista todos os investimentos realizados na nossa cidade e no Sul de Minas, fazendo que a nossa região seja mais próspera, mais desenvolvida e com mais oportunidades. Varginha vai agradecer nas urnas o empenho de Aécio Neves e Antonio Anastasia em prol da nossa região”, disse.
 
Itajubá
Após a grande festa que parou o centro de Varginha, os candidatos seguiram para Itajubá. Eles foram recebidos por dezenas de prefeitos ao desembarcar na empresa Helibras. Centenas de carros seguiram os candidatos até o Centro da cidade, onde fizeram caminhada, acompanhados por uma grande multidão.

O candidato à Presidência, José Serra, destacou o potencial da região, principalmente no setor tecnológico. “Itajubá é um dos lugares que mais se desenvolve em Minas e no Brasil. Vamos fortalecer aqui a tecnologia, o parque tecnológico, expandir as universidades em toda essa região que é uma região de vanguarda no Brasil. Já viramos em Minas, vamos virar juntos no Brasil”, afirmou.

O prefeito de Itajubá, Jorge Mouallem (PTB), destacou que os prefeitos do Sul de Minas continuarão a trabalhar para levar as propostas do governador Antonio Anastasia aos eleitores de todos os cantos do Estado. Segundo ele, o apoio recebido das lideranças políticas da região é um reconhecimento às ações desenvolvidas pelo Governo de Minas nos últimos oito anos. “Estamos fazendo um trabalho muito grande de reuniões nos bairros, nas comunidades, nas entidades, levando o nome do professor Anastasia e levando todas as realizações que ele fez para a nossa cidade, para a nossa região. Itajubá e o Sul de Minas nunca foram tão prestigiados por um governo quanto esse governo Aécio Neves/Anastasia”, declarou.

O prefeito de Caldas, Hugo Camacho (DEM) afirmou que os avanços obtidos em Minas só irão continuar com a reeleição de Antonio Anastasia. “Toda a nossa região recebeu muitos investimentos do Aécio Neves e do atual governador Anastasia. Se Deus quiser, ele vai ser reeleito para continuar este avanço que está em Minas Gerais e, principalmente, no Sul de Minas”, disse.
 
Melhor escolha
O prefeito de Elói Mendes, Natal Cadorini (PDT), afirmou que a população reconhece em Antonio Anastasia o melhor gestor público do Brasil. “A população reconheceu no Anastasia que ele é o melhor gestor público não de Minas Gerais, mas do Brasil. A tendência é continuar subindo nas pesquisas e a eleição se encerra brevemente no primeiro turno”, disse.

O prefeito de Carmo da Mata, Milton Salles Neto (PTB), afirmou que a população de Minas quer a continuidade dos avanços iniciados no governo de Aécio/Anastasia. “Desde o início, a gente vê a maioria dos prefeitos apoiando o Anastasia, apoiando o Aécio, justamente pelo motivo que nós prefeitos gostamos do atual governo e queremos continuidade. Ainda faltam uns 30 dias das eleições, e a tendência é crescer mais ainda”, afirmou.

O reconhecimento aos avanços também é o motivo da escolha dos mineiros por Antonio Anastasia, segundo o prefeito de Carmo da Cachoeira, Hélcio Reis (PTB). “O Anastasia vai ganhar as eleições pelo o que ele fez no nosso Estado. Carmo da Cachoeira, por ser um município pequeno, nunca recebeu tantos investimentos como no governo Aécio e Anastasia”, afirmou.