Anastasia defende política nacional de valorização do leite em Pompéu

Durante o evento, o governador Antonio Anastasia recebeu o Título de Cidadão Honorário de Pompéu - Foto Emmanuel Pinheiro / Nitro

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação Somos Minas Gerais, defendeu, nesta quarta-feira, dia 14, uma política nacional de proteção efetiva à cadeia produtiva do leite. Durante a abertura da Super Leite, na cidade de Pompéu (Centro-Oeste), o governador disse que os pecuaristas têm sido prejudicados pela elevada importação de produtos lácteos, que está derrubando os preços no mercado interno.

“O leite é importante porque é um produto democrático. Ele gera renda para milhares de famílias em Minas. Por isso mesmo, temos que lutar sempre para aumentar a produtividade e nos empenharmos junto ao Governo Federal para termos barreiras de proteção ao nosso leite. E, ao mesmo tempo, do ponto de vista do Estado, agregarmos valor ao produto. Ou seja, termos laticínios e outras empresas que vão usar o leite aqui do Estado para fazer iogurte, queijo e outros derivados”, afirmou o governador Antonio Anastasia.


De acordo a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o déficit da balança comercial brasileira de produtos lácteos, em junho, foi de R$ 20 milhões.  Segundo análise da CNA, o Governo Federal está permitindo a entrada excessiva do produto oriundo de outros países, principalmente do Uruguai.

Minas Gerais é a maior produtora de leite no País, com 28% da produção nacional, o que representa 7,6 bilhões de litros. Cerca de 300 mil propriedades rurais no Estado trabalham com a pecuária leiteira.

Agregar valor ao leite

O governador Antonio Anastasia também destacou que o Governo do Estado já vem apoiando os produtores rurais a agregar valor à sua produção através do Programa Estadual da Cadeia Produtiva do Leite (Minas Leite). Desenvolvido pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Minas Leite auxilia os produtores rurais no gerenciamento das propriedades, com uso de tecnologias de baixo custo. 

O programa Minas Leite, atualmente, acompanha a produção de 480 fazendas em 125 municípios mineiros. No próximo mês, o programa atingirá a marca de 500 propriedades beneficiadas. Cada propriedade que recebe assistência do Minas Leite serve de modelo para pecuaristas vizinhos.

A meta do Minas Leite para 2010 é  beneficiar 1.000 produtores. Em 140 propriedades da regional de Curvelo, que engloba a cidade de Pompéu, a média da produção passou de 7,5 litros para 8,2 litros de leite por vaca ao dia.

“Melhoramos muito a produtividade do leite. É interessante observar que nos últimos 10 anos a produtividade aqui aumentou quatro vezes mais do que a média do Brasil, o que é muito bom. Mas temos que investir mais, através da tecnologia. E essa é a função da Emater e da Epamig”, disse o governador.

Super Leite

A Super Leite reúne produtores, clientes e fornecedores de toda a cadeia leiteira da região, que tem se destacado com bons índices de produtividade e crescimento econômico, a partir das ações e programas do Governo do Estado voltados para o agronegócio.

Durante a visita ao evento, o governador Antonio Anastasia recebeu o título de cidadão honorário de Pompéu, concedido pela Câmara Municipal.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: