Aécio Neves e Antonio Anastasia concedem entrevista em Janaúba

O ex-governador Aécio Neves participou nesta segunda-feira, dia 31, de um almoço com lideranças políticas em Janaúba, no Norte de Minas. Mais de 40 prefeitos participaram do encontro, que reuniu também o governador Antonio Anastasia. Antes do almoço, Aécio esteve no Parque Agropecuário daquela cidade, onde inaugurou uma placa que dá a um dos pavilhões o nome de seu pai, Aécio Cunha.

Confira, abaixo, as entrevistas de Aécio Neves e Antonio Anastasia.


Entrevista do ex-gorvernador Aécio Neves
Local: Janaúba (MG)
Data: 31.5.10

A pressão para que o Sr. seja vice de Serra cresce cada vez mais. O Sr. está irredutível?
Olha, essa questão já está resolvida. Eu sempre tive minha convicção de que a melhor forma de ajudar na eleição de José Serra e do governador Anastasia é estando em Minas como candidato ao Senado. E o governador Serra compreende isto de forma muito clara. É hora de nós vencermos esta etapa e nos dedicarmos realmente a andarmos pelo país, pregar as nossas propostas e apresentar ao país as nossas propostas. Eu estou extremamente confiante na nossa vitória em MG, com o professor Anastasia, acredito que isto ocorrerá já no primeiro turno, e eu estou também muito confiante na possibilidade de José Serra vencer as eleições. Porque eles são, no plano estadual e no plano nacional, os mais preparados candidatos, àqueles que têm as melhores condições de dar continuidade ao nosso trabalho em MG, no caso o governador Anastasia, e introduzir um modelo de gestão mais eficiente no plano nacional através do governador José Serra.

Qual o melhor companheiro para o Serra na atual conjuntura?
Eu tenho muita cautela com relação a esta questão porque meu nome tem sido citado como alternativa, porque essa condução deve ser feita pelo governador José Serra, pelos líderes dos partidos que estão coligados conosco, enfim existem inúmeros nomes como do PSDB, como fora do PSDB que podem somar. Mas nós sabemos que no Brasil a tradição, por maior que seja o apoio do candidato a vice, por mais que ele some do ponto de vista político e mesmo eleitoral, por mais que ele possa incorporar os votos à chapa, a escolha se define em razão do perfil dos candidatos. O brasileiro vota no candidato à presidência da República. E é por isso que eu acredito que na hora, por maior que seja o prestígio do presidente Lula, que nós reconhecemos, na hora de fazer a comparação, na hora do confronto com as personalidades, com a trajetória, a história de cada candidato, sem demérito nenhum para os nossos adversários, o governador José Serra é o mais preparado para governar o Brasil, assim como, sem sombras de dúvidas, o governador Anastasia é o melhor nome para governar MG. E eu estarei ao seu lado, ao lado dele, do governador José Serra, onde achar necessário, andando pelo país, principalmente andando por MG como candidato ao Senado.

Inaudível … O nome tem que ser de Minas?
– É uma das alternativas. Existem nomes mineiros que são citados. Eu não digo que seja uma obrigatoriedade que seja de Minas, mas obviamente os nomes de Minas têm que ser avaliados. Eu repito: muita cautela pra avançar nesta questão porque no momento que eu deixo de ser, que eu confirma a candidatura ao Senado, é preciso que deixemos ao governador José Serra a liderança desse processo, até para não criarmos qualquer tipo de …(inaudível)

Os números devem ser avaliados, governador?
– Os números estão sendo avaliados com naturalidade e temos que tomar cuidado para não parecer que estamos impondo nomes. Os nomes têm sido citados, o do presidente Itamar Franco tem sido um dos nomes lembrados, mas essa condução deve ser do José Serra.

O do ex-ministro Pimenta da Veiga, por exemplo.
– Belo nome. Este é um nome extremamente qualificado, com larga experiência política. É um nome a ser avaliado. Mas essa avaliação e essa condução não pode ser minha. Essa condução é do candidato José Serra.

E a linha da campanha em Minas?
– Minas mudou muito ao longo desses últimos 8 anos.  E mudou em razão de um governo de coalizão, da grande parceria que nós construímos aqui e que teve no governador Anastasia a sua pedra fundamental. Anastasia foi parceiro nesses 8 anos de todas essas profundas mudanças. Tiraram Minas do processo de estagnação econômica, para sermos o estado brasileiro que mais cresce hoje. Apenas para citar um dado, nesse primeiro semestre de 2010, nós estaremos anunciado cerca de 50 bilhões de reais de novos investimentos no estado. Apenas para uma comparação, São Paulo, que tem uma economia 3 vezes maior que a economia mineira, estará anunciando cerca de 40 bilhões no período, o que mostra o extraordinário momento que nós estamos vivendo, de crescimento econômico e de desenvolvimento social. E Minas não pode retroceder. Nós não queremos uma volta ao passado. A candidatura de Anastasia significa a continuidade dessas reformas, um governo íntegro, um governo transparente, mas sobretudo um governo eficiente. Esse é o nosso discurso. E até mesmo pelos indicadores que ele apresenta nas pesquisas, mesmo tendo ainda um baixo nível de conhecimento por não ter disputado outras eleições antes da última que disputamos juntos, tenho muita confiança de que vamos vencer as eleições ainda em primeiro turno. Não porque o que interessa ao PSDB e aos nossos aliados, interessa a MG. Minas não vai querer, repito, voltar atrás. Quer continuar avançando. E o avanço em Minas responde apenas pelo nome hoje do governador Antonio Anastasia.

Esta semana o PT e o PMDB decidem o nome …(inaudível) em Minas Gerais ….(inaudível). O PSDB estima o adversário ideal? Qual o Sr. prefere: Pimentel ou Hélio Costa?
– É difícil fazer esta análise. A nossa tranqüilidade é que nós temos consistência, nós temos conteúdo, nós temos o que apresentar à população mineira. No programa eleitoral nós teremos oportunidade de repassar todas as ações, mostrar como Minas estava e como Minas está hoje. Mostrar o que foi feito e que não pode ser interrompido. Eu acho que qualquer que seja nosso adversário, certamente terá o nosso respeito, ele terá muita dificuldade. Ele vai se contrapor a uma realidade palpável, uma realidade que mudou a vida das pessoas. Nós temos aqui no Norte de Minas hoje, em Janaúba, pela primeira vez na história nós investimos mais nessa região do que nas regiões mais desenvolvidas do estado. Por isso que o Proacesso está aí ligando todas as cidades, por isso que o sistema de saúde melhorou e Janaúba é um belíssimo exemplo de como a saúde melhorou, é por isso que todas as cidades mineiras tem sinal hoje de telefonia celular, a qualidade de educação melhorou, porque? Porque houve gestão. ….(inaudível) então para a população ficou muito clara. Vamos continuar avançando ou vamos jogar no lixo tudo que foi feito? Vou continuar andando por Minas Gerais, ao lado do governador Anastasia, pregando a continuidade do avanço.

Pergunta inaudível
– No meu caso é um partido muito importante na aliança e tem sido muito cooperativo até aqui. …(inaudível) muita convergência. E certamente os nomes do Democratas…(inaudível). Mas repito mais uma vez, essa condução deve ser feita pelo governador José Serra. Qualquer que seja a decisão, eu tenho absoluta certeza que os Democratas continuará firmes ao nosso lado que eles acreditam, como eu acredito, na importância da vitória de José Serra.

Entrevista do governador Antonio Anastasia
Local: Janaúba (MG)
Data: 31.5.10

Professor, o sr. se senta mais otimista na sua campanha?
– Eu estou muito otimista. Eu acredito que a campanha será uma campanha vitoriosa, até porque as pessoas vão ver o que foi feito ao longo dos últimos anos, sob a liderança do governador Aécio Neves e do qual eu sou seu sucessor e indicado pelo seu grupo político e sob sua liderança para ser seu candidato à minha reeleição. Então naturalmente no momento que todos os mineiros conhecerem da maneira plena, e já percebem isto, como o governo realizou, e naturalmente a continuidade que nós vamos imprimir ao governo, a campanha que já é uma campanha hoje extremamente otimista e vitoriosa, será ainda mais. O importante é que estamos totalmente animados.
E como está a história do candidato a vice?
– O candidato a vice volto a dizer: Nós temos de ter ainda um pouco de paciência. O candidato a vice será indicado no final deste mês nas convenções dos partidos, quando nós teremos a composição entre os diversos partidos políticos que compõem a nossa base de apoio. Isso vai se dar, então, dentro dos nomes cogitados àquele que tenha uma densidade política, eleitoral e perfil adequado para ainda dar mais força a nossa chapa.
Quando o Sr. começa a andar com o Aécio para o interior do estado?
– A campanha só começa em julho. Naturalmente a campanha eleitoral será feita a partir de julho observando e obedecendo as normas da legislação ….(inaudível) estaremos lá conversando com lideranças políticas.
Como é que o Sr. analisa as pesquisas?
– Eu estou muito otimista, como eu disse há pouco. O próprio governador Aécio dizia que acredita …(inaudível) extraordinários, porque nós temos uma votação espontânea igual a do candidato mais conhecido do que eu. Contra mim pesa o fato de um grande desconhecimento, superior a 50%, e esse desconhecimento desaparecerá ao longo da campanha, quando serei também identificado como aquele apoiado e sucessor do governador Aécio Neves, identificado com as ações do governo. Essas mesmas pesquisas a essa altura já são favoráveis, lembrando que eu saí de um patamar pequeno para …(inaudível) até agora está muito bom.
O governador Aécio Neves falou agora que os números são extraordinários e que a prioridade é sua eleição e que ele acredita, inclusive, numa vitória no primeiro turno. O Sr. está tão otimista quanto ele?
– Claro, até mais porque claro que confio plenamente. Acredito que a eleição será uma eleição de primeiro turno, nós teremos condições plenas de apresentar o que fizemos, os programas eleitorais vão mostrar isso de modo claro, o desconhecimento vai desaparecer, e acredito que pelas viagens que fizemos, pelo conhecimento que tenho dos programas, da realidade, das necessidades, pelo apoio político que temos dos nossos parlamentares, dos partidos, dos prefeitos, das bases políticas de MG tão coesas na liderança do governador Aécio Neves, nós teremos aqui uma grande vitória em Minas, não só a minha reeleição, como a do nosso governador José Serra à presidência da República.
Como o Sr. …(inaudível) do governo com relação às pessoas que apoiarão à sua candidatura e a candidatura do PT?
– O tratamento é o mesmo, até por que …(inaudível) Uma coisa é a questão política. Outra coisa é a questão administrativa. Na questão administrativa, o governo desde o início, o governador Aécio e eu tratamos os prefeitos da mesma forma. Tanto que nas cerimônias de convênios que fazemos tem …(inaudível) prefeitos de vários partidos. Não há nenhum constrangimento administrativo. Outra coisa é a política. Nós vamos exigir fidelidade da base. Os prefeitos que compõem a base dos nossos partidos, os aliados do Serra, e vamos tentar convencer os outros prefeitos que nos apóiam e em nível nacional à candidata do governo federal para mostrar as qualidades do governador Serra, que é o melhor candidato a presidente.
Governador, já pensou na candidatura …(inaudível) ….
– Nós estamos conversando com diversos partidos, inclusive o PDT, que é um partido que compõe a base do governo, participa do governo desde 2003, é um partido importante, com grande penetração no estado, muitos parlamentares, eu acredito que as negociações serão bem exitosas e o PDT fará parte de nossa coligação.

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: