Juventude do PSDB de Minas Gerais divulga nota oficial

O Secretariado da Juventude do PSDB de Minas Gerais e a Juventude do PSDB de Belo Horizonte divulgaram, nesta sexta-feira, dia 7, nota oficial lamentando os incidentes ocorridos ontem, no 27º Congresso Mineiro de Municípios, realizado em Belo Horizonte. Confira:

Belo Horizonte, 07 de maio de 2010

                                                Nota Oficial

As Juventudes do PSDB de Minas Gerais e de Belo Horizonte vêm, por meio dos seus presidentes, pela presente nota, se manifestar acerca dos fatos ocorridos em 06 de maio de 2010, quando do 27º Congresso Mineiro de Municípios.

1) Lamentamos o comportamento demonstrado pelos militantes do Sind-UTE no mencionado evento que ocorreu nessa quinta-feira, 06 de maio de 2010, no ExpoMinas em Belo Horizonte, Minas Gerais.

2) Nada justifica o uso de violência num evento organizado de maneira democrática, que visava o debate de idéias entre os presidenciáveis Dilma Roussef (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV), organizado no 27º Congresso Mineiro de Municípios. As agressões injustificáveis se tornam ainda mais absurdas quando partem de um grupo que diz estar agindo em nome de uma causa tão importante quanto a educação.

3) A motivação político eleitoral da presença dos sindicalistas filiados a CUT ficou evidente quando os manifestantes ignoraram a presença dos demais candidatos e voltaram toda sua agressividade APENAS ao candidato do PSDB, ex-governador do Estado de  São Paulo, José Serra. Ou seja, não se tratava de apresentar reivindicações de uma categoria, mas de hostilizar um candidato.

4) Ficou evidente o desrespeito às regras da organização do evento, a partir do momento em que os militantes do Sind-UTE invadiram, mediante explicita violência contra os organizadores, uma área reservada a imprensa e ao trânsito dos candidatos. Mais do que isso, foi constrangedor ver pessoas ao evento incorrerem no crime de falsa identidade, se fazendo passar por prefeitos para conseguirem crachás de identificação.

5) Causou espanto a truculência dos militantes que tentavam invadir o local do debate, cuja participação ficou restrita a prefeitos, dada capacidade limitada do local. Assombrou o uso da brutalidade que resultou na danificação das portas do ambiente, bem como discussões e agressões físicas aos seguranças do local que tentavam controlar o agito desproporcional.

6) Surpreendeu a todos os presentes a tentativa EXPLÍCITA de agressão física ao pré-candidato a Presidente da República José Serra. Tal fato somente não se consumou, pois diversos acadêmicos, estudantes secundaristas e outros jovens do PSDB constituíram um cordão de isolamento circundando o pré-candidato. Tais jovens sofreram com agressões físicas, como socos, pontapés, empurrões, e agressões verbais de toda espécie. Os militantes do Sind-UTE tentaram, ainda, atingir o pré-candidato lançando na direção dele vários objetos, como devidamente registrado pela imprensa.

7) Não acreditamos que a democracia seja feita com tais práticas. Não é a primeira vez que o Sind-UTE, de forma autoritária, utilizando métodos de tropa de assalto, tenta gerar fatos políticos negativos envolvendo o PSDB. Na última segunda-feira, dia 03 de maio de 2010, em Uberaba, na ExpoZebu, os mesmo métodos foram aplicados, com a mesma truculência e o mesmo desrespeito. Naquela oportunidade, também sob pretexto de estarem fazendo uma manifestação legítima de uma categorial profissional, os simpatizantes do sindicato demonstraram o caráter político da manifestação concentrando sua agressividade contra o candidato do PSDB. Antes, em Uberlândia, um pequeno grupo ligado ao sindicato tentou aos gritos impedir a realização de um evento com lideranças do PSDB. Nessa oportunidade, um militante do nosso partido precisou ser atendido no hospital. Fingindo estarem exercendo o legítimo direito a livre manifestação, os sindicalistas estão tentando transformar eventos pacíficos e democráticos em verdadeiras praças de guerra com o intuito de tentar criar noticiário negativo contra as lideranças do PSDB. Manifestação é uma coisa. Provocação é outra.

8 ) Minas é sabiamente a terra da hospitalidade e do diálogo, tradições que o Sind-UTE parece desconhecer. Não podemos confundir os professores de Minas Gerais com os sindicalistas que dizem agir em nome deles. Professores de Minas Gerais não agridem fisicamente. Tampouco gritam palavras ofensivas de baixo calão.

9) Fazemos votos para que o fato não se repita. O PSDB não será intimidado. Aos que querem impedir o livre debate, aos que querem confundir opinião pública com falsa informação, aos que querem conflitos, aos que querem, na base do grito, nos impedir de falar, responderemos com a nossa motivada disposição de continuarmos firmes defendendo as democráticas regras de respeito ao adversário. Nós creditamos em democracia. Nós praticamos democracia.

Adriano Faria

Presidente da Juventude do PSDB de Minas Gerais

 Gabriel Sousa Marques de Azevedo

Secretário de Comunicação Social da Juventude Nacional do PSDB

Presidente da Juventude do PSDB de Belo Horizonte

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: