Anastasia e Marcio Lacerda apresentam projetos para a Copa de 2014

Planejamento Integrado para a Copa de 2014 foi apresentado no BDMG - Foto Omar Freire/Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, apresentaram, nesta quinta-feira , dia 29, no auditório do BDMG, o Planejamento Estratégico Integrado para a Copa 2014.

O documento irá orientar o trabalho das equipes do Governo Antonio Anastasia e da Prefeitura de Belo Horizonte responsáveis pela implantação de 54 projetos nas áreas de infraestrutura esportiva, mobilidade, turismo, comunicação e marketing, entre outras, que irão preparar a capital mineira para a realização do mundial de futebol.

Para o governador Antonio Anastasia, o planejamento eficiente é o único caminho que irá garantir o sucesso de Belo Horizonte como cidade sede da Copa do Mundo e para outros grandes eventos. “Realizar a Copa do Mundo de 2014 e no ano anterior a Copa das Confederações, em Belo Horizonte, também utilizando a estrutura do Estado nas subsedes do interior, é um grande desafio e esse desafio tem que ser preparado através do primeiro passo fundamental que é o planejamento. Sem planejamento não vamos a lugar algum”, afirmou em seu pronunciamento.

A integração dos projetos do Governo do Estado e da prefeitura garantirá agilidade na implantação dos projetos e cumprimento de prazos, além do melhor aproveitamento dos recursos públicos. Os projetos estão sendo realizados com recursos do Governo do Estado, da prefeitura e do governo federal. Antonio Anastasia destacou ainda que o planejamento integrado possibilitará ganhos permanentes para a cidade e para o Estado.

“Temos de ter uma estrutura permanente posterior à Copa para aproveitar essa oportunidade singular de colocar Belo Horizonte no mapa do turismo de negócios e de lazer do mundo inteiro. Vamos ter restaurantes, hotéis, a infraestrutura muito melhorada, a mobilidade avançada e teremos o mais belo e funcional estádio do Brasil, servindo não só o futebol, mas também a outros eventos esportivos e culturais. Temos de aproveitar esses investimentos que serão maciços tanto do poder público federal, estadual, municipal e como também privado para darmos alternativas sustentáveis para que Belo Horizonte e o Estado recebam um passo importante para o nosso desenvolvimento”, explicou o governador.

O prefeito Marcio Lacerda também destacou que a preparação para a Copa do Mundo é um momento importante para que Belo Horizonte e outras cidades brasileiras superem dificuldades de infraestrutura que ainda são enfrentadas.

“Esse é um esforço inédito, um desafio inédito, mas tenho convicção que é um desafio possível de ser cumprido. É o momento de superarmos alguns gargalos de infraestrutura com investimentos públicos e privados. As tarefas são gigantescas, mas estamos dando a cada dia um passo positivo”, afirmou.

Parcerias

O Planejamento Estratégico foi preparado pelo Governo de Minas e pela prefeitura em parceria com a Fundação Dom Cabral. A partir da elaboração desse documento, cada um dos 54 projetos passa a contar com metas e prazos que irão assegurar o cumprimento das exigências e do cronograma de obras e investimentos em Belo Horizonte firmado junto à Federação Internacional de Futebol (Fifa).

“Estamos dando cada vez mais o exemplo de que o trabalho integrado das esferas de governo sempre é positivo e favorável para as políticas públicas e em especial neste caso porque, se assim não fosse, certamente não teríamos condições de apresentar o que estamos fazendo com esse planejamento integrado”, disse o governador, destacando ainda a importância da parceria com a sociedade civil e os empresários na preparação para a Copa do Mundo.

Durante a apresentação do Planejamento Estratégico, o governador entregou uma cópia do documento para o secretário de Estado de Esportes, Alberto Rodrigues, e o prefeito Marcio Lacerda para o secretario municipal de Políticas Urbanas, Murilo Valadares. Os dois secretários representaram as equipes estadual e municipal que estão envolvidas no trabalho e que, a partir de agora, contam com esse instrumento de gestão.

Modernização dos estádios

Um dos mais importantes projetos previstos no Planejamento Estratégico para a Copa 2014 é a modernização e adequação do Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão. A obra está sendo realizada em três etapas. Na primeira, iniciada em janeiro, estão sendo realizadas intervenções estruturais nas vigas de sustentação. A segunda etapa, com início previsto para julho, inclui a demolição da “geral” e o rebaixamento do gramado.

Para a terceira fase de modernização do Mineirão, que deve começar em dezembro, o Governo Antonio Anastasia terá uma empresa ou consórcio como parceiro para a realização dos investimentos nas obras, no processo de operacionalização e manutenção do estádio por 25 anos.

Segundo o governador Anastasia, o projeto e as obras de modernização do Mineirão farão do estádio um dos melhores do Brasil, com capacidade para sediar a partida de abertura da Copa do Mundo em 2014.

“Temos um esforço muito grande do Estado e da prefeitura para termos aqui a abertura da Copa do Mundo. Tudo o que está sendo feito tem esse objetivo, de cumprir as exigências, com todo rigor, da Fifa, e colocar nosso estádio em plenas condições para disputarmos com vantagem a possibilidade de abrirmos a aqui a Copa do Mundo”, explicou.

A partir da segunda etapa, o Mineirão será fechado. Neste período, os jogos dos times da capital serão realizados na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, que está sendo reformado pelo Governo de Minas. No segundo semestre deste ano, os jogos também poderão acontecer no estádio Independência, em Belo Horizonte, que também está sendo modernizado pelo Governo do Estado e pelo governo federal.

Mobilidade

A mobilidade urbana também é um ponto estratégico do Planejamento Integrado. Obras importantes já vinham sendo realizadas antes mesmo da escolha de Belo Horizonte como uma das sedes da Copa de 2014. Entre elas estão a implantação da Linha Verde e o alargamento da avenida Antônio Carlos, empreendimentos realizados pelo Governo do Estado, Prefeitura de Belo Horizonte e governo federal. Novas intervenções fundamentais para a melhoria do trânsito já estão sendo planejadas.

“O caso da mobilidade é o que vai ficar de mais perene para a população. É a melhoria da velocidade média principalmente no transporte coletivo em alguns dos eixos mais importantes da cidade”, ressaltou o prefeito Marcio Lacerda.

Entre as intervenções viárias mais importantes que serão realizadas nos próximos anos, Marcio Lacerda destacou a cobertura do Arrudas levando o boulevard da rua Carijós ao bairro Coração Eucarístico; a duplicação da avenida Pedro I; melhorias de acesso ao Mineirão; e a ligação da avenida Bernando Vasconcelos à Andradas, acompanhando a linha do metrô.

Atendimento ao turista

O Planejamento Estratégico Integrado também prevê ações que garantam bom atendimento aos milhares de turistas que devem visitar o Estado em função dos jogos da Copa do Mundo. O Governo Antonio Anastasia e a prefeitura já estão incentivando a implantação de hotéis, apart-hotéis, cinemas, teatros, auditórios, bibliotecas, museus e centros de convenções ou feiras, além de incrementar as atividades de apoio aos hospitais que prestam atendimento de urgência e emergência.

Belo Horizonte já conta com uma legislação ambiental que irá simplificar o licenciamento de projetos hoteleiros. Também está sendo realizado um levantamento para identificar como está o conhecimento em língua inglesa por parte da população de Belo Horizonte.

Outra grande preocupação do Governo de Minas e da Prefeitura de Belo Horizonte é a segurança pública. Dentro do Programa Permanente de Qualificação Profissional (Capacitur), desenvolvido em parceria com o Ministério do Turismo, cerca de 300 agentes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Defesa Civil e BHTrans participaram do Curso de Qualificação em Turismo para Agentes de Segurança Pública.

Acesso

O Governo de Minas e a prefeitura também têm preocupação com o acesso à Belo Horizonte. Entre outras medidas, o Planejamento Estratégico prevê a ampliação do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Em março, o Governo do Estado e a Infraero assinaram termo aditivo ao acordo de cooperação técnica para a ampliação do aeroporto, prevendo que o poder estadual é o responsável pelo projeto executivo e pela licitação da obra, e a Infraero pelo repasse dos recursos.

A ampliação do Terminal 1 aumentará a capacidade anual do aeroporto dos atuais 5,5 milhões para sete milhões e deve ser iniciada em 2011. Já o projeto para a construção do Terminal 2 deve estar pronto em um ano e as obras devem ampliar a capacidade para 12 milhões de passageiros.

Belo Horizonte também está sendo preparada para receber os visitantes que chegarão de ônibus. Para isso, até o final de 2012, com investimentos de R$ 100 milhões, será construído o Novo Terminal Rodoviário, localizado no bairro São Gabriel.

Leia também Transcrição da entrevista do governador Antonio Anastasia durante apresentação do Planejamento Estratégico Integrado para a Copa 2014

Fonte: Agência Minas

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: