Aécio Neves mostra os avanços da segurança pública em Minas em artigo na Folha de S. Paulo

A Folha de S. Paulo publicou, neste domingo (28/06), artigo do governador de Minas Gerais Aécio Neves sobre as ações de segurança pública no Estado com o título: “Segurança, um novo paradigma”.

 Aécio escreve sobre o programa de reestruturação da área de segurança pública em Minas que alcançou índices históricos de queda dos crimes violentos no Estado. Fruto de um ousado programa de reaparelhamento das forças policiais, construção de novas unidades prisionais, criação de programas sociais para atender a jovens em risco social, entre vários programas inovadores.

 O governador mineiro destacou que “o caminho para o recuo desses indicadores para níveis registrados em 1999 não é circunstancial, mas resultado de um investimento contínuo, sustentado por um conjunto de políticas públicas reunidas em um modelo responsável, inovador e ousado” e acrescentou: “Ousamos mais uma vez mudar os paradigmas ao instalar a primeira parceria público-privada penitenciária do Brasil”.

Segurança, um novo paradigma

POUCOS PROBLEMAS desafiam tanto o Estado brasileiro quanto o avanço da violência e da criminalidade. Em Minas Gerais, enfrentamos -e estamos vencendo- um longo e penoso ciclo de agravamento da criminalidade violenta.
Comparando 2008 com 2003, nos 853 municípios mineiros, os crimes violentos caíram 36%. Na capital, a redução chegou a 52%, e, nos 34 municípios da região metropolitana, onde vivem quase 5 milhões de pessoas, ela foi de 51%. Nos três primeiros meses deste ano, os crimes permaneceram em queda, retrocedendo a indicadores de uma década atrás.

 Mais que uma meta, considero que atingimos um marco. O caminho para o recuo desses indicadores para níveis registrados em 1999 não é circunstancial, mas resultado de um investimento contínuo, sustentado por um conjunto de políticas públicas reunidas em um modelo responsável, inovador e ousado.

 Avançamos como nunca ao integrar as ações das forças policiais, que passaram a trabalhar compartilhando informações, decisões, unidades físicas e operações de campo. O modelo tem como inspiração o Compstat, uma estrutura de gerenciamento policial adotada na década de 90 pela Prefeitura de Nova York, assim como experiência similar da cidade de Bogotá, na Colômbia. Foram criadas áreas integradas de segurança pública, que consolidam territorialmente a atuação conjunta das polícias Militar e Civil, tendo como vértices o foco na solução de problemas e a aproximação com as comunidades.
Na outra ponta, para combater o déficit crônico do sistema prisional, ampliamos em 373% o número de vagas, de 5.676 para 26.846, e investimos firmemente no modelo das Apacs (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados), em parceria com o Judiciário e as prefeituras.

 

 Agora, ousamos mais uma vez mudar os paradigmas ao instalar a primeira parceria público-privada (PPP) penitenciária do Brasil, inspirada nos modelos em vigor no Chile e na Inglaterra. Além de reduzir a necessidade de investimentos diretos do Tesouro -grande obstáculo enfrentado pelos governos estaduais-, o formato representará um forte e rápido incremento na oferta de vagas, o que finalmente nos permitirá enfrentar a questão da superlotação e da desumanização das nossas prisões.

Nesse modelo, além de construir e manter as edificações, o parceiro privado presta serviços necessários para a efetiva ressocialização dos presos, como cursos de ensino médio e fundamental, oficinas profissionalizantes e serviços de saúde. Garante ainda condições de internação não degradantes, superando o estigma de presídios como meros depósitos de pessoas e autênticas escolas do crime.

 A despesa mensal por preso permanecerá na mesma ordem de grandeza, e a remuneração do parceiro vincula-se ao cumprimento de metas estipuladas e objetivamente mensuráveis. Não privatizamos nem terceirizamos a gestão do setor. O Estado manterá integralmente suas responsabilidades constitucionais e, nas unidades prisionais, responderá pela direção, disciplina interna e segurança externa. A presença sólida e permanente do Estado é exatamente a condição necessária para a institucionalização de parcerias com a sociedade civil no setor público.

Em Minas, elas são muitas. A diminuição dos crimes violentos é resultado direto da ação policial, mas claramente também do êxito das iniciativas empreendidas com o Centro de Estudos em Criminalidade e Segurança Pública da UFMG na elaboração de diagnósticos, das oficinas profissionalizantes com ONGs e Oscips, das associações de voluntários nas Apacs e, com empresas privadas, na oferta de vagas de trabalho para presidiários e ex-detentos.A ampla reforma do sistema de defesa social em Minas atende e dá respostas a princípios e valores que estão na base do novo modelo de gestão do Estado -que, em Minas, chamamos “choque de gestão”.

No conjunto de novos paradigmas, um deles é fundamental: o compromisso com a eficiência e a qualidade do gasto, o que tem permitido ao Estado recuperar seu protagonismo nas políticas públicas.

 Estou convencido de que o modelo de PPP penitenciária apresentado por Minas renovará a presença do Estado na área da segurança. É mais um exemplo de que existem alternativas possíveis para lidar com os desafios que se apresentam para o país.
Neste caso, podemos estar construindo uma nova realidade para os verdadeiros infernos prisionais hoje existentes, com os quais não temos o direito de nos acostumar.


AÉCIO NEVES, 49, economista, é governador do Estado de Minas Gerais. Foi deputado federal pelo PMDB-MG de 1987-91 e pelo PSDB-MG 1991-95, 1995-99 e de 1999-2002 e presidente da Câmara dos Deputados 2001-2002.

Fonte: Folha de S. Paulo – “Opinião” – 28/06/2009

 

Anúncios

Tags: , , , , ,

6 Respostas to “Aécio Neves mostra os avanços da segurança pública em Minas em artigo na Folha de S. Paulo”

  1. Aécio Neves mostra os avanços da segurança pública em Minas em artigo na Folha de S. Paulo « Blog do PSDB Mulher de Minas Gerais Says:

    […] Leia artigo “Segurança, um novo paradigma” […]

  2. Folha de São Paulo: jornal paulistano publica artigo de Aécio Neves sobre o modelo de gestão eficiente de Segurança Pública em Minas Gerais « Minas em Pauta – Desenvolvimento Urbano Says:

    […] Folha de São Paulo: jornal paulistano publica artigo de Aécio Neves sobre o modelo de gestão eficiente de Segurança Pública em Minas Gerais Posted on 29/06/2009 by minasempauta Segurança, um novo paradigma […]

  3. Aécio Neves publica artigo na Folha de São Paulo sobre gestão eficiente da Segurança Pública em Minas Gerais « Minas em Pauta – Desenvolvimento Urbano Says:

    […] Aécio Neves publica artigo na Folha de São Paulo sobre gestão eficiente da Segurança Pública em Minas Gerais Posted on 29/06/2009 by minasempauta Segurança, um novo paradigma […]

  4. Aécio Neves mostra os avanços da segurança pública em Minas em artigo na Folha de S. Paulo « Jaquelinebfaria’s Blog Says:

    […] Segurança, um novo paradigma […]

  5. Aécio escreve sobre o programa de reestruturação da área de segurança pública em Minas « Blog – PSDB de Campos Gerais Says:

    […] Aécio escreve sobre o programa de reestruturação da área de segurança pública em Minas By psdbcamposgerais Segurança, um novo paradigma […]

  6. O governador mineiro destacou que … « Blog – PSDB de Candeias-MG Says:

    […] Fonte: Folha de S. Paulo – “Opinião” – 28/06/2009   O link do blog é o seguinte: https://psdbmg.wordpress.com/2009/06/28/aecio-neves-mostra-os-avancos-da-seguranca-publica-em-minas-e… […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: